Notícias

Voluntários ajudam animais abandonados de Agudos (SP)

Divulgação
Divulgação

O Projeto Amor Animal, de Agudos (a 13 quilômetros de Bauru), vem transformando a vida de muitos cães e gatos abandonados ou vítimas de maus-tratos. Os voluntários oferecem aos animais abrigo temporário, alimentação, cuidados médicos e ajuda para que eles possam encontrar um lar definitivo. Para que esse trabalho continue sendo realizado, o grupo precisa da ajuda da comunidade.

A voluntária Maria Silvia Paoletti de Almeida Prado conta que o projeto teve início em 2015. “A gente começou com uma vontade de ajudar porque não tem estrutura em Agudos, não tem um canil da prefeitura que acolha os animais desabrigados e tem muito abandono e maus-tratos. Quando a gente vê um cachorrinho debilitado na rua, a gente pega, leva no veterinário, trata e depois coloca para adoção”, revela.

De acordo com ela, nos últimos meses, os pedidos de ajuda da população para a recolha de animais abandonados nas ruas de Agudos aumentaram consideravelmente, gerando certa preocupação no grupo. “Qualquer cachorrinho na rua, ligam para a gente recolher. E a gente não tem estrutura”, declara. “Eu estou com duas cachorrinhas aqui comigo e tem outra voluntária que está com dez, já no limite”.

Para que o Projeto Amor Animal possa continuar existindo, voluntários contam com apoio de empresários da cidade e da comunidade. “A gente fez uma campanha e quem doava um quilo de ração ganhava cupom para concorrer a um botijão de gás”, diz. O grupo também está vendendo rifas de tatuagem, bolo e até cesta de produtos de beleza para arrecadar dinheiro para a compra de ração e remédios.

Segundo a voluntária, o projeto aceita, ainda, doações de casinhas de cachorro, sacos de ração, caminhas, cobertas, roupas e medicação, além de valores em dinheiro. Interessados podem procurar o Pet Shop Patas e Focinhos, que fica na avenida Major Gasparino de Quadros, 577, no Centro. O telefone para informações é o (14) 3262-2926.

Fonte: JCNet

 

​Read More
Notícias

Agudos (SP) lança ferramenta online para encontrar animais perdidos

Divulgação
Divulgação

A Prefeitura de Agudos lançará oficialmente o portal “Cãomigo”, no domingo, 15, durante a inauguração do AMA (Ambulatório Municipal de Animais). O site é uma nova forma de cadastrar informações sobre animais perdidos, abandonados ou para adoção.

No site é possível cadastrar um animal perdido, por exemplo, com fotos, raça, cor, tamanho e idade, além dos dados do tutor do animal. Quem quiser doar um animalzinho também pode cadastrar as informações e as fotos, que ficam sempre disponíveis para os outros internautas.

Além deste banco de dados, o usuário também terá informações sobre castração, microchipagem e outras campanhas oferecidas pela prefeitura. O programa também visa sensibilizar a posse responsável e a importância da adoção de animais, contribuindo para a diminuição da quantidade de animais nas ruas. Os dados são divulgados pelo site gratuitamente.

O prefeito Everton Octaviani disse que esta é mais uma ferramenta para evitar o abandono de animais nas ruas da cidade. “Nós lançamos esta página na internet com muita alegria, será uma forma de reunir dados e fotos dos animais desaparecidos, encontrados ou para adoção. Este site irá nos auxiliar e funcionará como uma central animal”, explicou.

Serviço
O endereço do site é o www.caomigoagudos.com. A plataforma será lançada oficialmente no próximo domingo, 15, às 11h, durante a inauguração do AMA (Ambulatório Municipal de Animais).

Divulgação
Divulgação

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Agudos (SP) vai inaugurar ambulatório para animais

AMA será instalado em uma sala da Galeria Municipal, na rua Treze de Maio (Foto: Marcos Cafeo)
AMA será instalado em uma sala da Galeria Municipal, na rua Treze de Maio (Foto: Marcos Cafeo)

A Secretaria de Saúde de Agudos inaugura nos próximos dias no município o AMA (Ambulatório Municipal de Animais). A unidade – que ficará na rua Treze de Maio, no Centro -, irá oferecer atendimento aos animais domésticos do município, disponibilizando veterinários para realizar consultas, orientações e análises.

O ambulatório é uma conquista para o município, que há alguns anos vem se desempenhando para oferecer estrutura adequada e cuidados com a saúde animal. A prefeitura, por exemplo, já iniciou a intensificação das castrações gratuitas oferecidas no município. No ano passado mais de 500 animais foram castrados, e de acordo com a Secretaria de Saúde, a meta será dobrada em 2016.

O trabalho de microchipagem também vem sendo realizado, técnica esta que permite cadastrar o animal e seu tutor, evitando assim o abandono e também contribuindo para a identificação de informações básicas, como data de nascimento, agenda de vacinas e doenças.

O prefeito Everton Octaviani explica que o ambulatório irá oferecer estrutura adequada para receber cães e gatos e funcionará com o intuito de auxiliar os tutores destes animais, oferecendo orientações e formas de prevenção contra doenças.

“Será uma unidade de atendimento veterinário, mas também um local de orientação sobre os cuidados com os animais. Nós já estamos investindo em castração, nossa meta é castrar cerca de mil animais neste ano, mas também optamos por disponibilizar um espaço com profissional especializado, que irá auxiliar o dono a oferecer uma saúde adequada a seu animalzinho”, disse Everton.

O ambulatório será instalado em uma das salas da Galeria Municipal, que fica na rua Treze de Maio, 212, no Centro. A unidade irá funcionar em horário comercial e deve ser inaugurada em duas semanas. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (14) 3262-8700.

Fonte: Jornal de Floripa

​Read More
Notícias

Em cinco anos, prefeitura de Agudos (SP) já castrou 1.234 animais gratuitamente

45574_Papel-de-Parede-Cao-e-Gato_1280x960
Divulgação

A falta de consciência de parte dos tutores de animais domésticos tem gerado problemas em Agudos (SP). Ao abandonar filhotes de cães e gatos nas ruas aumentam também as chances da proliferação de doenças no município. Para evitar que esta situação continue causando problemas de saúde nos agudenses, a prefeitura criou há mais de cinco anos, uma campanha de castração de cães e gatos gratuita. O projeto oferece cirurgia com médico veterinário especializado. O objetivo é evitar o aumento dos casos de animais abandonados em Agudos.

No ano passado, a iniciativa promoveu a castração em 511 animais, entre cães e gatos. O número é o maior já registrado desde que o programa foi implementado no município. Ao todo, desde 2011, o município já castrou um total de 1.234 animais.

De acordo com o prefeito Everton Octaviani, a meta para este ano é superar os índices anteriores. O prefeito afirma que para 2016, a expectativa é que sejam realizadas cerca de mil cirurgias em cães e gatos.

“É a forma que encontramos para auxiliar os moradores. Os animais castrados não podem se reproduzir e isso combate o abandono, além de diminuir a superpopulação animal nas ruas da cidade. Já fazemos a micro chipagem também, que é uma tecnologia para identificar o animal com dados de seu tutor, registro de vacinas e outras especificações, mas precisamos da colaboração de todos que amam e cuidam de seus animais para o sucesso desta iniciativa. É uma política pública que oferece auxílio nos cuidados com os animais em situação de abandono”, afirmou.

De acordo com Everton, a criação de um canil municipal não é a solução imediata para evitar o abandono. “Nós temos que ter o cuidado para que o canil municipal não vire um depósito de animais. Por isso, investimos em políticas de cuidado com a saúde do animal, identificação e castração, para que o seu dono não abandone, nem nas ruas, nem no canil. Um canil pode vir a nos auxiliar no futuro, mas primeiro é preciso investir na saúde do animal”, diz Octaviani.

Fonte: JC Net

​Read More
Notícias

Bombeiros resgatam cachorro do mato atropelado em Agudos (SP)

32
Divulgação

Um cachorro do mato foi encontrado atropelado no início da manhã deste sábado (12), na Rodovia Marechal Rondon, em Agudos (SP). Segundo informações dos bombeiros, uma pessoa passou pelo local, viu o animal, que é uma fêmea, na pista e acionou a equipe.

Ainda segundo os bombeiros, não se sabe que veículo teria atropelado o animal, que tinha um ferimento grave na cabeça. Os bombeiros levaram a fêmea para uma clínica veterinária e ela está sendo tratada. Segundo um dos veterinários do local, o animal está em coma, mas o estado de saúde dele estável.

Botucatu
Em Botucatu os bombeiros também fizeram um resgate de animal. Uma égua que ficou atolada em um lamaçal, em uma espécie de brejo, na região do Jardim Santa Cecília. O tutor do animal ligou para o Corpo de Bombeiros pedindo ajuda pra retirar a égua, que está prenha. Ela foi retirada em segurança e passa bem.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Agudos (SP) ganha cemitério para animais

Foto: Quioshi Goto
Foto: Quioshi Goto

Quem nunca encontrou dificuldades para enterrar um animal doméstico por não achar local adequado? Na maioria das vezes, por falta de espaço correto, quando morrem, os animais acabam tendo como destino o aterro sanitário ou terreno baldio. Buscando oferecer alternativa aos tutores nessa hora dolorosa, será inaugurado em Agudos (13 quilômetros de Bauru) um cemitério exclusivo para animais, que pretende abranger cidades num raio de 150 quilômetros.

O serviço está instalado em um imóvel com acessibilidade, no Distrito Industrial, próximo a entrada principal do município, e irá receber todos os tipos de animais de particulares, desde cães e gatos, até répteis, coelhos, tartarugas, aves e até cavalos e bovinos. Também está prevista a assinatura de convênios com prefeituras para recolha e enterro dos animais sem tutores.

Segundo o proprietário, o advogado Alexandre Martins Perpétuo, a ideia de construir o cemitério surgiu quando seu gato doméstico morreu e ele recebeu a informação do veterinário de que o corpo dele seria levado para um aterro. Após pesquisas e contato com o dono de um cemitério de animais em Botucatu, ele passou a investir no projeto.

O local possui duas salas para preparação dos animais após a morte. “A sala de preparo 1 recebe animais atropelados e com corrimentos ou doença grave”, explica. “Se é um animal que acabou falecendo por idade e está com o corpo sem nenhum tipo de problema, ele vem para a outra sala de preparo, que necessita de menos cuidado”.

O Pet Memorial Park, como foi batizado, também dispõe de espaço próprio para velório e áreas gramadas para sepultamentos individuais e coletivos. Neste último caso, os animais são enterrados sem placas de identificação e não é necessário pagar taxa de manutenção. “Por exemplo, eu tenho um animal e não quero ter lembranças, só quero que ele tenha a destinação adequada”, revela.

Tanto nos jazigos individuais, quanto nas valas coletivas, o tempo de permanência do animal previsto no contrato de uso do solo é de três anos, período estimado para decomposição do corpo. O tempo pode ser renovado mediante pagamento de taxa adicional. “Depois desse período, a gente retira a ossada, que vai para ossário que iremos construir. Nesse ossário, vão estar catalogados todos os animais”, diz. Futuramente, será construído crematório no local.

Investimento

De acordo com o proprietário do Pet Memorial, o valor do sepultamento coletivo varia entre R$ 100,00 e R$ 150,00. Já o sepultamento em jazigo individual custa, em média, entre R$ 400,00 e R$ 600,00, dependendo do local escolhido, com taxa de manutenção mensal de R$ 15,00.

No preço individual, segundo ele, estão incluídos caixa para guardar o animal, lápide e preparação. O traslado do corpo será cobrado à parte. Tutores de animais adotados terão desconto de 50%. O cemitério deverá estar funcionando em quinze dias.

Questões ambientais

O proprietário explica que o projeto levou em conta sua preocupação com sustentabilidade. “Além da parte ecologicamente correta, com todas as autorizações ambientais, estou preparando caixa especial para o chorume não chegar na terra”, diz Alexandre Perpétuo. “Essa caixa é biodegradável, com bactérias anaeróbicas que vão fazer decomposição do corpo”.

O cemitério possui ainda quatro poços de monitoramento para que, a cada três meses, seja feita análise da qualidade do solo.

Fonte: JCNET

 

​Read More
Notícias

Veterinários tentam salvar onça atropelada em SP

Equipes de médicos veterinários do Hospital Veterinário da Universidade Estadual Paulista (HV/Unesp) tentam salvar uma de onça parda atropelada na madrugada desta quinta-feira, 3, no quilômetro 328 da rodovia Marechal Rondon (SP-300), em Agudos, no interior de São Paulo.

O animal, um macho, adulto, de aproximadamente cinco anos e 46 quilos corre risco de morrer por causa de graves ferimentos. “Ele sofreu fraturas nos ossos dos membros posterior e inferior e também um traumatismo craniano, que nos preocupa muito”, disse o médico veterinário Carlos Roberto Teixeira, coordenador do Centro de Medicina e Pesquisas em Animais Selvagens (Cempas) do hospital.

Os médicos fariam nesta manhã exames de raios X para verificar as fraturas nos membros e tomografia computadorizada e exames complementares, para avaliar a extensão e gravidade da lesão no crânio. A equipe também estuda a possibilidade de pedir auxílio a médicos neurologistas de humanos para auxiliar na tarefa de avaliar as condições de saúde do animal.

“Vamos fazer o que pudermos para tentar salvá-lo, não podemos perder um animal desses, pois se trata de um belo animal raro, que há muitos anos eu não via, mas infelizmente é uma pena porque a situação dele é crítica”, disse Teixeira.

Os ferimentos foram provocados pela batida de VW Gol, com placas de Lençóis Paulista (SP). O motorista, não conseguiu frear a tempo de evitar o choque. A Polícia Rodoviária não divulgou a identidade do motorista, mas disse que ele está bem, embora o carro tenha sofrido “danos de grande monta”.

Depois do atropelamento, equipes do Corpo de Bombeiros e do Zoológico de Bauru, resgataram o animal e o levaram ao zoo, onde recebeu os primeiros socorros para depois ser transferido ao Hospital Veterinário da Unesp de Botucatu.

Fonte: A Tarde

​Read More
Notícias

Onça é atropelada na rodovia Marechal Rondon em Agudos (SP)

Equipe de Bombeiros e do zoológico socorreram o animal (Foto: Divulgação / Zoo Bauru)
Equipe de Bombeiros e do zoológico socorreram o animal (Foto: Divulgação / Zoo Bauru)

Uma onça foi atropelada na rodovia Marechal Rondon, em Agudos (SP), na madrugada desta quinta-feira (3). O animal teve ferimentos em uma das patas e algumas fraturas.

Segundo a polícia, um carro seguia sentido capital-interior quando atingiu o animal que estava na pista. O motorista e os passageiros do veículo ficaram feridos.

Onça atropelada foi encaminhada a Unesp de Botucatu (Foto: Divulgação / Zoo Bauru)
Onça atropelada foi encaminhada a Unesp de Botucatu (Foto: Divulgação / Zoo Bauru)

O animal foi encaminhado ao zoológico de Bauru, onde foi sedado e posteriormente levado à faculdade de veterinária da Unesp de Botucatu (SP).

Fonte: G1

​Read More
Você é o Repórter

Tutora procura cachorra que sumiu na cidade de Agudos (SP)

Mariska Ferrão
mariskaferrao@hotmail.com

Minha cachorra sumiu dia 04 de fevereiro nos arredores do centro da cidade de Agudos – SP.

Atende pelo nome de Gueni, tem 3 anos e foi adotada.

Estamos sentindo muita falta! Já coloquei cartazes pela cidade, procuramos por todos os bairros…

Enfim, queremos muito a nossa cachorrinha de volta. Gratificamos!

Contato:

Telefone: (14) 32612686
Celular: (14) 91616848

​Read More