Notícias

Morre, aos 21 anos, o cachorro considerado mais velho do mundo

O cachorro considerado mais velho do mundo morreu nesta quinta-feira (14) aos 21 anos, informou o jornal inglês Daily Mail. Otto, um dachshund-terrier, vivia em Shrewsbury, no Reino Unido. Ele ganhou o título do Guiness Book, o livro dos recordes, em outubro de 2009. A idade equivale a 146 anos humanos.

Otto, de 21 anos, foi sacrificado no Reino Unido Foto: Reprodução Daily Mail
Otto, de 21 anos, foi sacrificado no Reino Unido Foto: Reprodução Daily Mail

Otto teve de ser sacrificado por conta de um tumor no estômago. Em entrevista ao jornal, o tutor do animal, Peter Jones, comentou com tristeza a morte do ‘melhor amigo’. “Ele dormiu na minha cama, acordou pela manhã e me deu um beijo, como sempre fazia. É devastador. Ele era como um filho. Minhas esposa ainda chora”, completou Jones.

Fonte: Correio

​Read More
Você é o Repórter

Cãominhada “da Virada” no CCZ de SP

Regiane Cristina Francelli
rfrancelli@gmail.com

No dia 31/12, faremos a “CÃOMINHADA DA VIRADA” no CCZ SP, objetivando aliviar o estresse dos peludinhos e peludinhas de plantão, em virtude dos fogos de final de ano.
 
Outra medida preventiva que será tomada à partir de amanhã: a utilização de florais específicos em todos os bebedouros (4xdia) para que os animais internados no CCZ possam ficar mais equilibrados.
 
No domingo (03/1), teremos Cãominhada normalmente.
 
Nestes dias, como receberemos um grupo entre 50 e 60 pessoas, pedimos a todos que façam as inscrições antecipadas pelo fone: 3397-8920, até quarta-feira (30/12), das 9h00 às 16h00 (Setor de Educação).
 
O estacionamento para veículos particulares ficará aberto até às 9h45 e será reaberto somente às 12h15.
 
Os passeadores deverão chegar entre 9h00 e 9h30 para assinarem Termo de Responsabilidade e assistirem palestra educativa (obrigatória para todos que participarem pela 1ª vez).
 
Traje obrigatório: Calça jeans ou moleton, camiseta (preferencialmente branca) tênis, bolsa pequena (tipo pochete) e garrafinha d’água individual. NÃO USAR bermudas, sandálias ou chinelos.
 
LOCAL: Rua Santa Eulalia, 86  – Santana – (próximo ao Metrô Carandiru)
 
Contamos com sua presença e compreensão!
 
Regiane C. Francelli
voluntária CCZ SP – Cãominhada

​Read More
Notícias

Polícia Ambiental apreende 99 pássaros nas últimas 48 horas

A Polícia Ambiental de Rio Preto apreendeu, nas últimas 48 horas, 99 pássaros silvestres que estavam com 14 traficantes de Rio Preto, Catanduva e José Bonifácio. Só neste ano, cerca de 35 mil aves foram apreendidas pela polícia na região de Rio Preto.

As apreensões fazem parte da Operação Natal Livre, deflagrada na terça-feira pelo 4º Batalhão, com sede em Rio Preto. Segundo o comandante Gilmar Ogawa, o Estado de São Paulo é o maior polo consumidor do país de pássaros silvestres e também é o maior exportador.

“A região é propícia para a exportação desses animais por causa dos aeroportos e rodovias. Somos rota de migração de animais que vêm do Nordeste, Mato Grosso e Minas Gerais”, explica Gilmar.

A polícia ambiental chegou aos infratores por meio de investigação.

“Os 14 traficantes de animais foram levados à delegacia, pagaram fiança e vão responder a processos. Eles infringiram o artigo 14 da Lei de Crimes Ambientais e podem pegar de seis meses a um ano de prisão e mais multa de R$ 7,2 mil.”

Entre os pássaros, 55 são canários-da-terra. Com os homens também estavam exemplares de mutum e azulão, que estão em extinção no país. “A pena é aumentada nesse caso”, diz.

Além dos pássaros, foram encontrados também dois macacos-prego.

Fonte: BOM DIA-DIA

​Read More
Home [Destaque N2], Notícias

Cem filhotes de cães de raça são resgatados de pet shop na Califórnia

Por Marcela Couto (da Redação)

Dois proprietários de um Pet Shop em Dixon, Califórnia, estão respondendo a acusações de crueldade depois que 100 filhotes de cães de raça foram encontrados em péssimas condições no estabelecimento.

maltes
Foto: KCBS

Christopher Ellis e sua esposa Leeanna Kamp são donos do Pet & Supply, onde mantinham os animais sofrendo de diversas doenças. A justiça tem recebido denúncias a respeito do casal desde março de 2008.

A gerente do SPCA (Society for the Prevention of Cruelty to Animals) disse que os esforços agora estão concentrados em cuidar dos filhotes, em sua maioria das raças maltês e york shire.

Os animais são vendidos como se fossem objetos nos pet shops por valores que vão de U$ 900 a U$ 2,500.

O abrigo da SPCA está pedindo doações para o tratamento dos animais. Os voluntários podem ajudar com lençóis, toalhas, brinquedinhos, tigelas e objetos do tipo.

O curioso é que, desde que os cãezinhos foram resgatados, os telefones do abrigo não param de tocar, mas a gerente garante que todos os filhotes estão em quarentena sem previsão para adoção.

Ideal seria se os animais sem raça definida também tivessem a mesma chance dos pequenos, que logo após a recuperação terão muitos tutores interessados.

Com informações de KCBS.com

​Read More
Você é o Repórter

Cadela abandonada na periferia de Embu

Leuda de Moura
leuda_de_moura@yahoo.com.br

Esta cadelinha, foi abandonada na periferia de Embu. Está pele e osso, e pariu vários filhotinhos nos escombros de um casebre desocupado.
 
Um morador das proximidades disse que viu a pobre mãezinha comendo um dos bêbes. É o desespero da fome.

Levamos água e ração e ela comeu desesperadamente. Não conseguimos ver os filhotes,  estão enfiados num local horrível e de difícil acesso.
 
Por caridade, ajudem! É lamentável situação desta indefesa criatura.
 
A Hildete (tel: 11-4783-2517), pessoa que me pediu que fosse lá fotografá-la, tem vários animais resgatados de rua e mora numa pequena casa. Não tem condição de acudi-los! Levei  pra ela um saco de 25 kg de ração, pois vive com dificuldades, e as duas cachorrinhas  que ainda estão no barracão e que divulgarei novamente, são alimentadas por ela.

Por favor se alguém puder estender a mão a esta sofrida e desamparada mãezinha com sua inocente cria, entre em contato com a Hildete, não resistirão neste local horrível, úmido, imundo.

  

mail 

mail1

mail22

mail31

​Read More
Notícias

Estudos indicam que risadas podem aliviar o estresse dos animais

Muita gente acredita que a risada é uma expressão emocional que serve apenas para humanos. Há algumas décadas, o ganhador do Prêmio Nobel de fisiologia de 1973, Konrad Lorenz, sugeriu que os cães também são capazes de rir. Tudo isso pareceu claro a Lorenz quando convidava cachorros para brincar: “Eles abrem as mandíbulas, mostram a língua e a abertura da boca “quase de orelha a orelha”, dão a impressão de que estão rindo”, afirmou. Tudo isso seguido de um som produzido pela respiração rápida que se assemelha a “huh, huh”.

Imagem: Getty Images
Imagem: Getty Images

A pesquisadora de comportamento animal Patricia Simonet, da Sierra Nevada College, gravou com sua equipe o som dos cachorros rindo enquanto brincavam em um parque e testou o efeito da gravação com 15 filhotes. “Eles explodiam de alegria ao ouvir a gravação. Recentemente, ela ainda mostrou que esse som servia para acalmar os cães em um abrigo”, disse o professor de psicologia Stanley Coren, Ph.D. da Universidade de British Columbia, em seu blog Canto Canino, no site Psichology Today.

Coren testou o experimento como seus próprios cães. “Os primeiros efeitos foram quase nulos e não causaram mais que olhares dos cachorros. Precisei de muita consciência no monitoramento para pegar o som exato. O melhor para mim “hhuh-hhah-hhuh-hhah”, com o “hhuh” feito com os lábios fechados e o “hhah” com a boca um pouco aberta e expressão de riso. O som tem de ser anasalado, sem efeito vocal nem vibração nas cordas vocais”, afirmou o psicólogo, que percebeu que os cães levantavam imediatamente e passavam a abanar o rabo ou se aproximavam dos tutores.

Segundo Coren, a estratégia pareceu realmente acalmar os cães nervosos, ansiosos e tímidos. Claro que o funcionamento da tática é idêntico como seria em humanos: se estão um pouco ansiosos, o humor é bem-vindo. Se a situação é de pânico, sua atitude pode ser vista como rir do estado emocional deles e até piorar as coisas.

Fonte: Terra

​Read More
Notícias

Bombeiros resgatam tamanduá ferido em rodovia de Goiás

Tamanduá resgatado pelo Corpo de Bombeiros em Goiás (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
Tamanduá resgatado pelo Corpo de Bombeiros em Goiás (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

O Corpo de Bombeiros resgatou um tamanduá às margens da rodovia GO-060, em Trindade (GO), na noite desta quinta-feira (3). Segundo os bombeiros, o animal foi atropelado e estava no acostamento.

O tamanduá foi encaminhado ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) para ser avaliado. De acordo com o Cetas, o animal estava com fraturas e passará por exames para receber o tratamento adequado.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Filhote de pit bull é chutado até a morte na Califórnia (EUA)

Por Joana Bronze (da Redação)

Um homem de Bridgeville, Califórnia, disse à polícia que matou o cachorrinho de sua namorada na tarde do dia 22 porque o animal não se comportara antes da transmissão do jogo de futebol de seu time, Steelers.

William Woodson, 22, está detido na cadeia do condado de Allegheny, e deverá pagar uma multa de $25.000, acusado de crueldade animal.

O filhote, um pit bull de 13 semanas de idade, tinha sido motivo de discussão entre o Sr. Woodson e sua namorada (com quem ele mora), Christine Gielarowski, 21.

A namorada não ajudou a polícia e a investigação, fornecendo um nome e um endereço falsos, e se recusou a identificar seu noivo como o suspeito, segundo  os investigadores.

Uma testemunha chamou a polícia quando viu um homem chutando um cachorro pela rua. Gielarowski disse à polícia que seu noivo “chutou o cão porque ele não queria andar”.

Quando o cão já não podia mais se mover, Woodson e sua namorada afastaram-se do animal. Outra testemunha chamou a polícia depois que encontrou o animal morto no meio da rua. Antes que a polícia chegasse, o cão já havia morrido, e o criminoso, fugido.

Depois que Gielarowski deu à polícia seu nome real, os oficiais contataram seus pais e prenderam Woodson. Disseram à polícia que o suspeito estava na casa de um amigo. A polícia ligou para esta residência, solicitando falar com o criminoso, mas ele se recusou a atender.

Policiais foram até a residência e prenderam o suspeito, quando ele já estava saindo pela porta traseira. Sr. Woodson recusou-se a assumir o crime. Entretanto, já na delegacia, falou espontaneamente com um dos oficiais. De acordo com seu depoimento, Woodson disse que discutiu com sua namorada sobre a compra do cão, com a qual ele não concordava.  Admitiu que o cão “não se comportou” antes do jogo do Steelers e que este foi o motivo para a sua raiva.

Fonte: Pet Abuse

​Read More
Notícias

Jane Goodall: uma vida dedicada a proteger os primatas e seus habitats

Por Karina Ramos (da Redação)

A primatóloga britânica Jane Goodall passou quase 50 anos estudando os chimpanzés selvagens no Parque Nacional de Gombe, na Tanzânia. Suas descobertas contribuíram para muito do que hoje se sabe sobre o comportamento desses primatas. Ela também fundou o Instituto Jane Goodall para proteger os chimpanzés e seus habitats. A renomada cientista está fazendo uma grande diferença na vida dos animais e das pessoas.

Jane Goodall sempre soube que queria trabalhar com animais. Quando tinha 11 anos, disse aos amigos e à família que estava indo para a África, para viver com os animais e escrever livros sobre eles.

Jane Goodall, à esquerda (Foto: Reprodução/VOA News)
Jane Goodall, à esquerda (Foto: Reprodução/VOA News)

Enquanto todos ao redor riam da sua pretensão, sua mãe a apoiou.

“Ela diria: ‘Se você realmente quer alguma coisa, você trabalha muito, aproveita a oportunidade, nunca desiste. Você encontra uma maneira’.'”

Jane encontrou uma maneira. Em 1960, com 26 anos, ela chegou na África, onde começou o que se tornaria o estudo mais longo de chimpanzés selvagens da Reserva Gombe Stream Game, na Tanzânia.

Por 50 anos, sua pesquisa inovadora produziu uma grande parte do conhecimento que hoje se tem sobre o comportamento desses animais.

Uma das descobertas mais importantes de Jane foi de que os chimpanzés têm a habilidade de fazer e usar ferramentas.

“Acreditava-se que apenas os seres humanos tinham essa capacidade e isso nos colocava à parte do resto do reino animal”, ela disse.

O amor de Jane por esses primatas serviu como inspiração para fundar o Instituto Jane Goodall, que vem protegendo os chimpanzés e seus habitats desde 1977.

Mas, devido à crescente perda de habitat e à caça clandestina, as populações continuam a declinar.

Então, em 1994, o Instituto Jane Goodall criou o TACARE, um programa que ajuda as comunidades das aldeias locais a desenvolver alternativas econômicas à caça, por meio de empréstimos para negócios de pequeno porte e bolsas escolares para as meninas.

“Pelo fato de as comunidades entenderem que nos importamos com elas tanto quanto nos importamos com os chimpanzés, o esforço está dando resultado.”

Levando a conservação um passo à frente, Jane criou o”Roots & Shoots (Raízes & Brotos), um programa educacional que ajuda jovens pelo mundo a se tornarem ativos em suas comunidades.

“Basicamente, cada grupo escolhe três tipos de projeto para fazer do mundo um lugar melhor – um para ajudar as pessoas, outro para ajudar animais e outro para ajudar o ambiente que todos nós compartilhamos”, afirma Jane.

Aos 75 anos, os sonhos de infância de Jane se tornaram realidade. O seu trabalho pioneiro tem mudado o campo da primatologia, e seus programas de conservação e desenvolvimento têm mudado a vida de 600 mil pessoas ao redor do mundo.

Ela viaja mais de 300 dias por ano, divulgando sua mensagem de esperança e lembrando as pessoas que, independentemente da idade de alguém, e não importando o tamanho da contribuição, cada um de nós deve fazer a sua parte para fazer do mundo um lugar melhor para todos.

Fonte: Voa News

​Read More
Notícias

Tribunal reconhece gato como membro da família e livra boliviano da deportação

(da Redação)

Um gato de estimação tutelado por um boliviano e sua namorada foi o motivo principal considerado por um juiz, ao impedir que um imigrante fosse deportado da Grã-Bretanha, na semana passada. A permanência do boliviano ficou garantida, porque o juiz, ao tomar a decisão, considerou o gato como parte da família e alegou que enviá-lo de volta para casa interferiria na sua vida familiar, comprometendo, assim, o bem-estar do animal.

Imagem: Reprodução/Daily Express
Imagem: Reprodução/Daily Express

“O juiz mencionou o gato do casal como a razão maior de sua decisão”, disse o advogado do imigrante, Barry O’Learyao, ao Daily Mail. “O gato foi levado em consideração como parte da vida conjunta do casal”.

Fonte: The Examiner

Nota da Redação: Casos como este mostram que os animais devem ser cada vez mais acolhidos como seres que fazem parte das nossas vidas, além de serem compreendidos como sujeitos de direitos e pacientes morais, que dependem dos nossos cuidados e respeito às suas necessidades.

​Read More
Notícias

Governador da Califórnia proíbe acusados de crueldade de tutelarem animais novamente

Por Marcela Couto (da Redação)

Cada vez mais estados americanos estão dando aos juízes o poder de proibir que acusados de crueldade tutelem outros animais. Por que, afinal, alguém deveria ter uma segunda chance de machucar um animal?

O governador Arnold Schwarzenegger decidiu vetar e reavaliar a lei que dava aos condenados por crimes de crueldade uma nova chance de tutelar animais.

O governador Arnold Schwarzenegger
Foto: John Decker, Office of Governor Schwarzenegger

Antes, uma pessoa acusada por cometer maus-tratos contra um animal podia tutelar outro depois de cinco anos, e aqueles acusados por crueldade grave poderiam ainda tutelar animais após dez anos. Além disso, caso alguém fosse pego tutelando animais dentro do prazo de restrição receberia apenas uma acusação leve de mau comportamento.

Os acusados também podiam livrar-se do prazo caso provassem que a ausência da tutela poderia causar algum prejuízo, ou mesmo se apresentassem documentos que confirmassem as condições adequadas para manter um animal no lar.

A partir de agora, com a nova regulamentação, qualquer um condenado por crueldade animal na Califórnia como réu primário ou como reincidente estará permanentemente proibido de tutelar animais. A lei só é válida quando o júri determina que o animal sofreu negligência.

Há a possibilidade de o cidadão recorrer solicitando o direito de tutelar animais cinco anos após a condenação, mas o caso deverá ser avaliado pelo mesmo júri e todos os aspectos da violência cometida serão cuidadosamente analisados.

Caso o condenado viole a lei tutelando animais, estes serão confiscados.

Com informações de Animal Law Coalition

​Read More
Notícias

Polícia apreende animais usados em ritual religioso

Dezenas de animais, bebidas e objetos utilizados em cultos de religiões com matrizes africanas foram encontrados na orla da Praia Grande, na Baixada Santista, na madrugada desta sexta-feira. De acordo com a Guarda Civil Ambiental, um grupo de pessoas que estavam com os objetos na praia Ocian fugiu após avistar a equipe que fazia o patrulhamento na orla, deixando tudo no local, inclusive os animais.

O proprietário tem até 48 horas para retirar os objetos na Secretaria de Finanças (Sefin) mediante pagamento de multa de R$ 341,55, mais taxa de R$ 2,28 por unidade. O inspetor da Guarda Civil Ambiental, Elizeu Alves de Melo, explica que o município não proíbe a prática de cultos de qualquer religião, mas que existe uma lei que disciplina esses eventos e que praticar crueldade contra animais é crime. Porém, como os animais não foram maltratados ou sacrificados, a ocorrência não foi criminal.

O Presidente da Federação Nacional da Religião Orixá (Fenorixa), Gladston Bispo, entidade que reúne 1.007 terreiros de Candomblé e Umbanda da Baixada Santista e da Grande São Paulo, acredita que a ação tenha sido praticada por pessoas “desprovidas de conhecimento” que vivem em outros Estados ou ainda por pessoas de outras religião que tiveram a intenção de denegrir a imagem das religiões africanas.

Fonte: estadao.com.br

​Read More