Notícias

Cão guia bombeiros aos corpos de seus tutores depois de erupção de vulcão na Guatemala

Um cãozinho marrom e branco conseguiu chamar a atenção de bombeiros que estavam prestando socorros aos moradores da vila de San Jamie, na Guatemala, onde recentemente o Volcan de Fuego (Vulcão de Fogo) entrou em erupção.

O animal então guiou-os até uma casa, onde os corpos de oito pessoas jaziam embaixo das cinzas. A foto do momento foi divulgada no Facebook, e compartilhada mais de 50.000 vezes desde então.

Junto com a imagem estava a explicação do acontecimento, com a mensagem: “havia uma tristeza profunda nos olhos do animal enquanto ele observava os corpos serem retirados do local.”

A lealdade do cão foi elogiada por muitas pessoas nas redes sociais. “Me dói até a alma ver este animal lutar por seus tutores até o final, para tirá-los deste inferno”, dizia um comentário. “É admirável perceber o amor deste cão e nos dá uma grande lição de humildade e humanidade”, afirmava outro.

Reprodução | EXPRESS

O vulcão voltou à ativa neste domingo (03), e os moradores afirmaram ter ouvido pequenas explosões antes da erupção violenta que expeliu a lava que desceu em direção ao vilarejo e durou cerca de 16 horas.

De acordo com as notícias, até então cerca de 200 pessoas estão desaparecidas.

​Read More
Notícias

Morre tamanduá-mirim que foi ferido durante incêndio

Reprodução/TV Integração
Reprodução/TV Integração

Morreu nessa quarta-feira (2) o tamanduá-mirim que ficou ferido após um incêndio que atingiu a Fazenda do Exército em Uberlândia (MG). De acordo com o veterinário da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) André Luiz Quagliato, os tecidos com queimaduras intensas produzem toxinas que prejudicam o funcionamento dos órgãos.

Quagliato também disse que o animal estava com dificuldades de se alimentar por causa das queimaduras no focinho e na cabeça.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Baleia Jubarte é encontrada morta no litoral sul da Bahia

Foto: IBJ / Divulgação
Foto: IBJ / Divulgação

Uma Baleia Jubarte macho com 13 metros de comprimento e peso estimado de 35 a 40 toneladas foi encontrada morta nesta quarta-feira, 12, na praia de Barra Velha, em Nova Viçosa, litoral sul da Bahia. É o primeiro caso de Baleia Jubarte em 2013. Pesquisadores do IBJ (Instituto Baleia Jubarte) se deslocaram para o local para averiguar sinais de fratura na baleia, que pode ter sido atropelada por um navio.

As suspeitas sobre o atropelamento, segundo o instituto, devem-se à presença de hemorragia intensa próxima à região dorsal e de alguns hematomas no corpo da baleia. “Nossa equipe vai examinar as vértebras e outros ossos em busca de sinais de fratura” informou a médica veterinária do IBJ, Adriana Colosio, segundo a qual o trabalho está sendo prejudicado pela dificuldade de acesso à praia.

O IBJ ficou sabendo que a baleia estava na praia no sábado, 08, mas só pode chegar ao local na segunda, 10, com uma lancha emprestada, segundo informou o diretor de pesquisa do IBJ, Milton Marcondes. “Mesmo assim foi preciso chegar perto da praia e saltar na água e carregar os equipamentos até a baleia”, afirmou o pesquisador. Outro problema que o IBJ aponta é a posição que a baleia foi encontrada – deitada, com a barriga para cima. Segundo o instituto, essa posição da baleia dificulta o exame dos ossos.

De acordo com o IBJ, de 2002 a 2005 foi registrada média de 22 encalhes da espécie por ano no Brasil; entre 2006 e 2009 o número foi de 37 animais e, em 2010, chegou a 96 ocorrências. Em 2011, foram 39 encalhes, contra 44 em 2012. As Jubartes são oriundas do hemisfério norte (de águas geladas) e migram, todo ano, para o hemisfério sul (de águas quentes), entre os meses de Julho e Novembro para acasalar e ter seus filhotes.

Segundo o IBJ, a população de baleias que tem vindo ao Brasil atualmente é de cerca de 12 mil. Censo de 2011 do IBJ, realizado entre o litoral de Sergipe e Rio de Janeiro, constatou 11,4 mil exemplares da espécie. Pesquisa de 2008 havia registrado 9.330 exemplares.

De acordo com o instituto, 95% das baleias que migram para o Brasil ficam no Parque Marinho de Abrolhos, litoral da Bahia.

Fonte: Diário de Guarapuava

​Read More
Notícias, ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mais de 30 trutas aparecem mortas em rio de Portugal

Dezenas de peixes apareceram mortos na última quarta-feira, na Ribeira de Ribeiros, junto do Parque de Lazer de Pardelhas, em Portugal. Testemunhas disseram que foram produtos de limpeza usados pela autarquia que originaram este atentado ambiental.

Os habituais frequentadores do espaço de lazer de Pardelhas foram surpreendidos por uma mortandade de peixes que pairava sobre o estreito leito da Ribeira de Ribeiros. “Neste pequeno espaço de 50 metros estavam mais de 30 trutas mortas, boiando”, contou um dos pescadores que por ali costuma passar as horas de folga.

Os moradores garantem que na causa da súbita morte de “todas as trutas que existiam aqui” está a lavagem de uma estação elevatória que fica a montante do parque de Pardelhas. “Alguns funcionários da Câmara de Fafe limparam a estação e devem ter utilizado produtos que atiraram para o rio e provocaram a morte dos peixes”, afirmam. Na manhã de ontem, alguns funcionários do Município de Fafe estiveram em Pardelhas e recolheram os peixes mortos. A Câmara Municipal reconhece o acidente ambiental que ocorreu junto do parque de lazer mas ainda não confirma as causas das mortes. “Mandei averiguar o que aconteceu, mas não estamos em condições de confirmar as causas da morte dos peixes”, explicou Vítor Moreira, vereador responsável pelo pelouro do ambiente.

Confrontado com a hipótese de terem sido os produtos da limpeza da estação elevatória jogados no rio, Vítor Moreira foi taxativo. “Fazemos limpezas habitualmente com aquele tipo de produtos e nunca aconteceu. Os produtos que usamos não causam a morte dos peixes”, garantiu.

A Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Calvelos, que servia grande parte da população da cidade de Fafe, foi desativada em de agosto. Trata-se, segundo a autarquia, de um passo importante rumo à integração plena no Grande Sistema de Despoluição do Ave. “É o início da desativação de estações elevatórias do ETAR. Possibilitará a ligação a locais que não têm saneamento e poderemos acabar com as ligações indevidas que ainda existem”, declarou Vítor Moreira. Os resíduos afluentes drenam agora para Guimarães para a grande ETAR de Serzedo.

Fonte: Jornal de Notícias

​Read More