Destaques, Notícias

Projeto de lei propõe a proibição de imagens que incitem à zoofilia, na França

Por Brenda Buschle  (da Redação – França)

Enquanto os abusos de natureza sexual contra os animais estão proibidos desde 2004, surge uma nova proposta de lei visando proibir a sua representação, na França. De acordo com reportagem publicada no site da Fundação 30 Millions D’amis, Muriel Marland-Militello, deputada de Alpes-Maritimes e já na origem de uma proposta de lei antitouradas em junho, quer agora reforçar a legislação que pune os atos de crueldade: “a representação de zoofilia é um ato de crueldade, da mesma forma que o ato em si”, declara a parlamentar. “Esse tipo de imagem constitui uma falta de respeito aos animais, que deve ser punida da mesma forma”.

Um verdadeiro “vácuo” jurídico

Foto: Reprodução/30 Millions D'amis

Na França, a lei condena a até dois anos de prisão e 30 mil euros de multa as pessoas reconhecidamente culpadas “de exercer abusos graves, ou de natureza sexual, ou de cometer um ato de crueldade contra um animal doméstico, ou domesticado, ou em cativeiro” (artigo 521-1 do código penal). Ela, no entanto, esquece dos que veiculam esse tipo de imagem principalmente pelos sites de internet especializados, facilmente acessíveis por qualquer internauta de qualquer idade, ou revistas e DVDs que circulam sem controle. Na mira da deputada, estão os hosts de páginas, mas também quem registra, importa ou exporta essas fotos e vídeos: “São as associações que me alertaram sobre esse tema que ainda é um tabu”, declara Muriel Marland-Militello. “É graças ao trabalho delas que os deputados são informados e podem então adaptar as leis para que elas correspondam à nossa concepção de bem-estar animal”.

Políticos em marcha

Se a proteção aos animais não tem dificuldades para obter o apoio dos cidadãos, não é o mesmo caso entre os políticos. Para ser submetida ao voto da Assembleia Nacional, esta proposta de lei deve ser efetivamente a ordem do dia: “Estou tentando fazer com que autoridades apoiem esse texto e se responsabilizem”, explica Muriel Marland-Militello. Uma crítica contundente a seu próprio partido, “muito atrasado” em termos de bem-estar animal e preso muitas vezes à sua própria imobilidade: “Muitos parlamentares têm medo de se posicionar em favor dos animais, e na políitica, o medo é um mau conselheiro”, complementa, visivelmente determinada.

​Read More
Destaques, Notícias

Filhote de foca é resgatado ainda no útero após mãe ser morta por caçador

Por Marcela Couto (da Redação)

Um centro de resgate no Alasca recebeu neste domingo um filhote de foca órfão, que ainda estava no útero quando sua mãe foi assassinada por um caçador.


Foto: Alaska SeaLife Center / Associated Press


O Centro de Vida Marinha do Alasca disse que o caçador matou a mãe do filhote alegando subsistência, em uma vila nas Ilhas Nelson, Oceano Ibérico. Após matar a fêmea, o homem se deu conta de que havia um filhote vivo dentro dela, e o entregou ao abrigo.

Guiado pela equipe do centro, um professor morador da vila ajudou a transportar o filhote até o aeroporto local, para voar até o abrigo.

O filhote, que recebeu o nome de Maxwell, recebeu alimentos e cuidados essenciais, mas sua condição ainda é crítica.

“Maxwell apenas parece estar bem”, disse um veterinário do centro. “Mas filhotes que nunca receberam anticorpos presentes no leite materno ficam muito vulneráveis a infecções, então nós o manteremos em quarentena e constante monitoramento pelas próximas semanas.”

“Nós esperamos dar a Maxwell uma segunda chance para viver como merece, livre em seu habitat,” disse Brett Long, diretor do centro.

Em plena temporada de massacre contra as focas no Canadá, poucos filhotes terão essa chance de sobreviver.

Com informações de Los Angeles Times

​Read More
Notícias

Defensores dos animais querem promotoria especializada

Foto: Reprodução/Repórter Diário

Ativistas pelos direitos dos animais de todo o país estão organizando uma campanha pela criação de uma inédita Promotoria de Defesa Animal, em São Paulo. O movimento, coordenado pelo grupo Sentiens Defesa Animal, conta com quase 10 mil assinaturas em petição virtual, além do apoio de 170 organizações de todo o Brasil.

O objetivo é de que o Ministério Público Estadual apresente à Assembleia Legislativa paulista um projeto de lei prevendo a criação da Promotoria. “Esperamos ser atendidos pelo Procurador Geral da República ainda neste mês para entregar as assinaturas. Queremos sensibilizar o poder público para nossa causa e a expectativa é de que o projeto a ser apresentado aos deputados fique pronto em cerca de dois meses”, informa o presidente da Sentiens Defesa Animal, Maurício Varallo.

A ideia da Promotoria especializada foi inspirada em uma tese acadêmica elaborada pelo promotor de Justiça em São José dos Campos (SP), Laerte Fernando Levai. “Esse fato pode ajudar na aceitação do projeto, já que a ideia nasceu de um trabalho feito por um promotor”, explica Varallo. Segundo ele, os casos de abusos contra os animais têm crescido ao longo dos anos e existe dificuldade no atendimento dos órgãos que cuidam desse tipo de ocorrência.

“Por lei, a Promotoria de Meio Ambiente é a responsável por esses casos, mas suas atribuições são muito amplas e a questão animal precisa de mais atenção. A princípio, a Promotoria de Defesa Animal funcionaria apenas em São Paulo, mas o objetivo é de que seja implantada em outros estados brasileiros”, diz. Para quem quiser participar, a petição está disponível no endereço http://www.sentiens.net/promotoria-de-defesa-animal/peticao. Outras informações podem ser obtidas no site www.sentiens.net.

Funcionando há nove anos em Ribeirão Pires (SP), o Clube dos Vira-Latas cuida atualmente de 350 animais vítimas de maus-tratos e abandono. Para a presidente da ONG, Cida Lellis, a campanha pela Promotoria especializada é um passo importante na discussão pelos direitos dos animais.

“Felizmente, nós de Ribeirão Pires não temos problemas quanto aos órgãos oficiais, já que temos um bom diálogo com a Promotoria de Meio Ambiente, as polícias civil e militar e a Guarda Civil Municipal. Mas temos consciência de que muitos defensores enfrentam problemas na hora de registrar uma queixa”, avalia.

Um dos casos mais chocantes que chegaram à ONG foi de uma cadela violentada sexualmente no final do ano passado. “Foi um caso horrível, mas hoje ela foi adotada por uma de nossas colaboradoras e está muito bem. É inacreditável que existam pessoas capazes desse tipo de atrocidade”, lamenta.

Uma das novidades do Clube dos Vira-Latas é o projeto Leva Eu, feito em parceria com o Santana Park Shopping. O empreendimento liberou um espaço para divulgação da ONG e para exposição de animais para doação. No local é possível até fazer um ‘test drive’ e levar os animais para um passeio nos corredores do shopping. O projeto, que começou a funcionar em agosto do ano passado, já foi responsável por 340 adoções.

Outra forma de ajudar é o projeto Padrinho Legal, em que interessados podem doar qualquer quantia em dinheiro para custear os gastos com um dos animais recolhidos pela ONG. O padrinho ainda recebe uma foto do ‘afilhado’, informações sobre o cão e poderá visitá-lo quando quiser.

O Clube depende apenas de doações para funcionar e os gastos chegam a R$ 15 mil mensais. Quem quiser colaborar pode acessar o site www.clubedosviralatas.org.br, e-mail clubedosviralatas@clubedosviralatas.org.br ou pelo telefone 4824-7430.

Fonte: Repórter Diário

​Read More
Destaques, Notícias

600 aves são resgatadas, vítimas de treinamento para brigas de galo na Califórnia

Por Marcela Couto (da Redação)

Mais de 600 aves foram resgatadas pelas autoridades de Yucaipa, na Califórnia, Estados Unidos, sob suspeita de treinamentos para brigas de galo.




Foto: Luong Thai Luong / European Pressphoto Agency




Cerca de 400 galos e 200 galinhas foram encontrados na manhã de terça-feira (16) na residência, no condado de São Bernardino. Os responsáveis não estavam no local no momento da operação.

Os investigadores acreditam que as aves seriam vendidas no México para competir em brigas de galo. O especialista em direitos animais Eric Sakach, da Humane Society dos EUA, disse que encontrou uma matéria sobre o comércio em uma revista clandestina especializada nas brigas entre as aves.

Os oficiais do controle de animais estão seguindo as pistas da Humane Society. O xerife Rod Hoops disse que a Força-Tarefa de crimes rurais não “deixará que esse esporte sangrento continue se expandindo”.

Como se galos e galinhas não sofressem o bastante com a cruel exploração humana em fazendas de ovos e carne, ainda são vítimas de uma prática brutal por mero entretenimento humano. E haja sangue frio para se entreter com duas aves batalhando até a morte.

Com informações de Los Angeles Times

​Read More
Destaques, Notícias

Ativistas conseguem cancelar apresentação do circo Ringling Bros. em Valência, na Espanha

Por Karina Ramos (da Redação)

No embalo do recente cancelamento da turnê do circo Ringling na Alemanha, surge mais uma vitória na Europa. Devido a uma campanha promovida pela PETA do Reino Unido e outras organizações de proteção animal contra as apresentações cruéis do Ringling Bros., o circo cancelou sua visita a Valência, na Espanha. 

A PETA Reino Unido e a AnimaNaturalis enviaram um conjunto de cartas para as autoridades de Valência, informando-os da fama histórica do Ringling de bater, acorrentar e enjaular elefantes, tigres, cavalos e muitos outros animais. A PETA Reino Unido e a AnimaNaturalis também tinham planos de protestar do lado de fora do picadeiro onde o circo iria se apresentar.

Ativistas protestam contra circo que maltrata animais
Ativistas protestam contra circo que maltrata animais

Com uma cidade atrás da outra tomando uma posição contra o abuso de animais, a turnê europeia do Ringling está em decadência. Porém, ainda não derrubada totalmente. O Ringling ainda tem três apresentações marcadas em sua turnê pela Espanha. Os dedos estão cruzados para que sejam canceladas também. Mas, se não forem, o circo pode apostar que haverá protestos em todos os locais de apresentação.

Quem quiser ajudar nessa luta, acesse aqui o link para participar da mobilização.

Fonte: PETA

​Read More
Notícias

Homens são presos por crueldade após estuprarem animais nos EUA

Por Marcela Couto (da Redação)

Um homem que já havia sido acusado por envolvimento com pornografia zoófila foi novamente indiciado por crueldade animal.

james-raper
Foto: cortesia delegacia de Maury

O delegado de polícia informou que James Michael Tait, 58, foi flagrado na terça-feira estuprando um cavalo em uma fazenda do distrito de Maury. O dono da propriedade, Kenny Thomason, 44, também foi acusado por crueldade animal.

Os investigadores também apreenderam fotos obscenas no local.

Um detetive local afirmou ainda que os dois homens são suspeitos de estupro contra cães. Uma mulher também foi presa na fazenda pelas mesmas acusações.

Em 2005, Tait se envolveu em um caso na cidade de King, em que um homem morreu após sofrer ferimentos enquanto estuprava um cavalo. Tait gravou fitas de vídeo das cenas de estupro antes de o homem falecer por hemorragia interna.

As autoridade descobriram que a fazenda envolvida nos casos de zoofilia era bem conhecida na Internet.

Tait e Thomason estão na cadeia esperando pelo julgamento, previsto para dia 26 de outubro. Os oficiais informaram que não há advogados defendendo os homens.

Com informações de Komonews.com

​Read More