Destaques

Gato é chutado até a morte por abusador de animais enquanto seus amigos riem e filmam a cena

Foto: City of Kansas City, Missouri
Foto: City of Kansas City, Missouri

O homem que foi filmado chutando impiedosamente um gatinho em um campo de futebol, que mais tarde foi encontrado morto perto de onde caiu, não foi sequer condenado à prisão. A pena ao abusador se resumiu a uma doação para uma ONG e um período em liberdade condicional.

Johnathan Taylor, de 20 anos, se declarou culpado de crueldade contra animais na quinta-feira em Kansas City nos Estados Unidos, depois de ter negado previamente que estava na Center High School, onde o abuso aconteceu.

Taylor foi condenado a ficar em liberdade condicional (sob vigilância) por dois anos e fazer uma doação de 500 dólares para o Kansas City Pet Project (ONG de proteção animal).

Um juiz também o sentenciou a realizar 80 horas de serviço comunitário em um abrigo de animais.

Testemunhas disseram à polícia que foi Taylor quem foi flagrado no vídeo do Snapchat chutando o minúsculo gato preto enquanto o animal caminhava pela grama.

O vídeo foi divulgado por autoridades municipais em maio de 2018.

No vídeo de 24 segundos, Taylor começa a correr em direção ao gato antes de chutá-lo pelo ar com seu par de chuteiras Under Armour.

Uma pessoa no fundo pode ser ouvida rindo de forma espalhafatosamente e gritando “GOOOOLLLL, filho da p***”.

O gato não se meche mais depois de cair no chão.

Um mês depois do vídeo, o gato foi encontrado morto no campo de futebol Center High.

Após o ataque, o porta-voz da polícia de Kansas City, John Baccala, disse ao Kansas City Star: “É simplesmente horrível o que houve”.

“Não consigo imaginar ninguém fazendo isso com um animal. É detestável assistir.”

Imagem ilustrativa | Foto: Nicholas Horne
Imagem ilustrativa | Foto: Nicholas Horne

“Fico doente só de olhar para essas imagens. Se alguém trata um animal assim, com certeza tratará um ser humano também”. Ele continuou.

A testemunha que assistiu ao vídeo disse ao WDAF que Taylor e seus amigos estavam jogando futebol quando o gato entrou em campo.

De acordo com a testemunha, Taylor disse: “Cara, tire esse gato daqui, vou chutar o gato”.

Depois, eles continuaram jogando futebol. Taylor foi acusado de abuso de animais em setembro – o que é apenas uma ofensa de contravenção.

Ele foi condenado a não conviver com animais durante seus dois anos de período probatório (observação condicional).


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Gatinho se arrasta até tutora após ser atingido fatalmente por tiros de chumbinho

Foto: ABC Action News
Foto: ABC Action News

Imagens de câmeras de vigilância flagraram um gatinho à beira da morte tentando se arrastar para a segurança de sua casa após ser atingido por tiros de um rifle de pressão.

O gatinho foi filmado arrastando-se através do pátio da casa de Tammy Cornelius Hausman em Tampa, na Flórida (EUA), depois de ter sido fatalmente ferido.

A coluna do animal de apenas três meses foi atingida severamente pelo tiro, deixando-o incapaz de usar as pernas de trás.

Tammy disse: “É de cortar o coração assistir aos vídeos, foi muito triste ver um gatinho filhote, de três meses se arrastando ferido pelo quintal, a procura de ajuda”

A tutora levou-o a seu veterinário local depois de encontrá-lo, mas foi informado que o gatinho estava gravemente ferido demais para ser salvo. Ele foi morto por morte induzida pouco depois.

Outro filhote de cinco meses de idade foi atingido na perna pelo mesmo tipo de ataque cruel. Tammy disse que o gatinho vítima do ataque sobreviveu e está se recuperando no veterinário, mas pode acabar perdendo uma de suas pernas.

Ela explicou: “O gatinho estava com muita dor. Eles acham que conseguiram salvar a perna, mas ainda não temos certeza.” Tammy há muito tempo cuida de gatos em situação de rua em sua vizinhança.

Ela os alimenta, castra e depois tenta conseguir lares para ele. O ataque horrível deixou Tammy com medo de que o mesmo abusador volte a atacar.

Tammy compartilhou o clipe dos momentos finais do gatinho moribundo na esperança de alertar outros vizinhos sobre a presença de um potencial agressor de animais.

A protetora de animais também está oferecendo uma recompensa por informações, enquanto a polícia continua a investigação, mas sem resultados ainda.

A tutora do gatinho falecido acrescentou: “Quando um animal inocente se machuca sem nenhum motivo, a não ser a crueldade humana é muito doloroso e não há palavras para descrever minha dor”.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Abusador que maltratava burro indefeso cai em seu cercado e recebe o troco

Um jovem que ameaçava “nocautear” um burro indefeso em um vídeo recebeu exatamente o que se preparava para fazer ao escorregar e cair no compartimento onde o animal estava e ser ferozmente atacado por ele.

O abusador, que parecia estar embriagado, foi filmado por amigos em uma brincadeira cruel ao subir em uma cerca de uma fazenda na Califórnia (EUA) no meio da noite e dizer que iria dar uma surra de chutes e socos em Pepper, o burro, que estava preso em um cercado.

Mas antes que ele pudesse cair em si da bebedeira, o jovem escorregou e caiu de cabeça dentro do compartimento onde o burro estava e foi rapidamente atacado pelo animal raivoso – que começou a mordê-lo e dar coices no agressor.

Depois de implorar aos amigos para resgatá-lo, um deles pulou dentro do cercado e afastou o burro, foi quando o jovem se soltou e conseguiu escapar.

As imagens do vídeo foram vistas mais de um milhão de vezes desde que foram postadas nas redes sociais na semana passada.

Elas mostram um homem sobre a cerca, nomeado por amigos no clipe como “Caleb” – anunciando: “Estou prestes a entrar nesta cerca com esse burro do c****”.

“Estou lhe dizendo, cara, vou acabar com esse burro de m****”.

Seus amigos riem quando ele sobe e para em cima da cerca, enquanto um deles oferece cerveja ao animal.

O jovem de chapéu pergunta: “Você está dando cerveja ao burro?” Neste momento todos riem e respondem: “Sim!!”.

Percebendo que essa não é uma visita amigável, Pepper então morde o outro homem que segurava a garrafa de cerveja pelo cercado, ao que o rapaz grita: “Ow, f******, você mordeu meu dedo!”.

Foto: DRN
Foto: DRN

O grupo então estimula e encoraja Caleb “a entrar e ensinar um lição ao burro”, mas ele sorri timidamente e diz: “Eu não quero ainda porque estou com medo”.

Momentos depois, ele cai e antes que ele possa voltar, Pepper parte pra cima dele, mordendo-lhe a perna, dando coices no agressor e fazendo-o gritar de dor.

Cada um recebe o que merece

O animal afunda os dentes no jovem e o arrasta pelo chão enquanto os amigos de Caleb gritam “pega ele, vai!”, mas ele grita de volta: “Cara, eu não posso, ele me pegou. Me ajudem.”

Um de seus amigos pula no cercado e agride o burro repetidamente com socos até que ele solta Caleb e os dois homens correm em direção à cerca e sobem em segurança.

Foto: DRN
Foto: DRN

Não se sabe exatamente quando o incidente aconteceu ou se a polícia está investigando.

Mas o homem aparentemente se identificou nas mídias sociais como Caleb Dodd de Coalinga, Califórnia.

Ele twittou: “Então, eu fui atacado por um burro. Pensei que eu poderia montar nele como se eu fosse o maior idiota.

Ele também compartilhou fotos de cortes e contusões aparentemente sofridas no ataque.

Os espectadores nas mídias sociais declararam que ele conseguiu o que merecia.

Rapaz chamado no vídeo de "Caleb" sobre a cerca | Foto: DRN
Rapaz chamado no vídeo de “Caleb” sobre a cerca | Foto: DRN

Judy Kay Newman escreveu: “É o que acontece quando você abusa de animais. Ele se defenderá e morderá você”.

Oferecer bebidas alcoólicas, perturbar e agredir animais é um ato de crueldade e caracteriza maus-tratos e violência.

Pepper | Foto: DRN
Pepper | Foto: DRN

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Abusadores ainda podem adotar animais em 35 estados dos EUA

Na maioria dos estados dos Estados Unidos, uma pessoa condenada por abuso de animais está livre para adotar outro animal no futuro.

Atualmente, as leis que proíbem abusadores de adotarem animais existem em apenas 15 estados, de acordo com a Care2. Cerca de metade deles tem um limite de quanto tempo um juiz pode impedir que um abusador adote um animal, tendo o limite geralmente em torno de cinco anos.

Nos demais estados, a decisão pertence integralmente ao juiz. Muitos estados exigem também aconselhamento de saúde mental para abusadores condenados, mas não garante a segurança de outros animais.

Abusadores ainda podem adotar animais em 35 municípios dos Estados Unidos (Foto: Pixabay)

Vários municípios, como Nova York e Chicago, felizmente mantêm os registros no assunto e não permitem que os abusadores adotem. No entanto, os infratores ainda são capazes de obter um animal de outro município, uma vez que não existe registro nacional.

As penalidades legais para o abuso de animais podem diferir muito nos estados, entretanto, essas penas que existem não impedem 100% os agressores de prejudicar as criaturas vivas. Uma petição foi feita pedindo que os estados que não possuem leis existentes proíbam os abusadores de adotarem animais as implemente.

O abuso de animais tem sido também repetidamente ligado a outros tipos de violência, incluindo violência doméstica, abuso infantil e outros crimes.

​Read More
Você é o Repórter

Abusador de animais é preso em Guarulhos (SP)

Maira
maira.bichinho@hotmail.com

Foto: Divulgação

É com muito orgulho e satisfação que os informo que o caso foi resolvido com uma equipe da AILA e amigos da proteção de Guarulhos (SP) retiramos os cães da caso do estuprador e ele foi para a delegacia no camburão, é o mínimo.

A cadela que ele abusava estava muito inchada, agora só exame de laboratório para constatar o estupro de fato, pois a veterinária que nos acompanhou relatou que não era cio nem tumor. Agora vamos tentar a internação dele.

Muito obrigada a todos que ajudaram neste caso com e-mail e telefonemas, é assim que temos de lutar juntos, sempre pensando nos animais.

Ao todo resgatamos 8 animais.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
​Read More