Notícias

Vídeo mostra filhotes de rinoceronte resgatados implorando por leite em santuário

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/HuffingtonPost
Reprodução/HuffingtonPost

Estes rinocerontes bebês viram sua mãe ser assassinada por caçadores na África do Sul, de acordo com o Care for Wild Africa.

Agora, os três estão sob os cuidados da organização Orfanato de Rinocerontes e seus gritos, implorando por leite, são de partir o coração, diz o Huffington Post.

Um vídeo mostra que, depois de serem alimentados com leite através de uma cerca, os rinocerontes gritam logo em seguida ao perceberam que não sobrou nada.

No início deste ano, a União Internacional para a Conservação da Natureza declarou que pelo menos 1338 rinocerontes foram mortos ilegalmente na África em 2015, levando especialistas a alertarem que os animais podem ser extintos na natureza em apenas uma década.

A Care for Wild Africa é especializada em cuidar de rinocerontes órfãos e feridos, mas também ajuda rotineiramente outros animais como leões e girafas.

​Read More
Notícias

Viagem com animais domésticos para o exterior exige cuidados

O transporte de animais em viagens, principalmente para o exterior, exige alguns cuidados e regras, segundo alerta a Divisão de Trânsito Nacional, da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA). Por isso, os tutores de animais de estimação devem procurar inicialmente o serviço estadual de defesa agropecuária da Superintendência Federal de Agricultura (SFA) para obter as informações necessárias, incluindo exames clínicos, vacinas e testes laboratoriais exigidos.

Países da Europa, por exemplo, exigem teste de anticorpos contra raiva e só permitem ingresso dos animais no país após três meses da realização do exame. Já no Japão, a espera é de seis meses.

Como 2010 é ano de Copa do Mundo, a SDA informa que a África do Sul exige outros tipos de exames, o que deve ser visto com antecedência. Os testes de saúde para ingresso dos animais em outros países são realizados por laboratórios oficiais ou credenciados pelo Ministério da Agricultura.

Na hora de voltar para o Brasil, os animais devem ser examinados poucos dias antes da volta. A vacina antirrábica é obrigatória, exceto para casos em que o animal viajou para um país livre da raiva.

Fonte: Capital News

​Read More