Notícias

Mais de 5 mil ursos polares foram mortos por caçadores nos últimos anos

Especialistas estão abismados com a prática de turismo animal que matou mais de 5 mil ursos polares para a caça de troféus nos últimos anos.

Urso polar deitado na neve
Foto: Totally Vegan Buzz

Cerca de 17 troféus de ursos polares foram importados para o Reino Unido desde 1995 – uma vez que as empresas de caça têm como alvos principais os britânicos, chineses e americanos.

Alguns caçadores chegam a pagar 36 mil libras (cerca de 183 mil reais) apenas para ir em uma excursão de caça de ursos polares por 12 dias no Círculo Polar Ártico. As excursões também oferecem serviços de taxidermia (técnica de empalhar os animais para conservar suas características), que pode transformar os corpos ou partes dos animais em tapetes ou outros enfeites para os caçadores.

As empresas de excursão também garantem 100% de sucesso ao contratar um guia especializado que ajuda os caçadores a rastrear os ursos – para que eles sejam mortos.

Os ursos polares já enfrentam uma ameaça de extinção devido às mudanças climáticas, que afetam o gelo de seu habitat e as temperaturas da região. Com a caça, eles se aproximam cada vez mais da morte completa.

“Os ursos polares estão à beira da extinção com as mudanças climáticas. Sem o gelo, eles são forçados a ficar em locais em que são alvos fáceis para os caçadores de troféus”, explicou Teresa Telecky, da Humane Society International.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More