• Home
  • Cão idoso desenganado por veterinário se recupera após adoção

Cão idoso desenganado por veterinário se recupera após adoção

0 comments

The Dodo

Um cachorro doente e deprimido que vivia em um abrigo nos Estados Unidos superou as expectativas de um veterinário e ofereceu a si mesmo uma segunda chance. Earl, como é chamado, só conhecia a tristeza e já tinha perdido a vontade de viver quando foi adotado e recebeu um difícil diagnóstico. O que ninguém sabia era que ele superaria mais uma dificuldade e viveria bem ao lado de sua nova família.

Idoso, o cachorro era rejeitado pelos adotantes. Ver os outros cães do abrigo irem para novos lares enquanto ele amargava dentro de uma pequena baia, o deprimiu cada vez mais. Mas a vida dele mudou há cerca de sete meses.

Um dia, uma moradora do estado norte-americano do Oregon telefonou para a entidade e informou os voluntários sobre seu desejo de adotar Earl, que, até então, nem esse nome tinha, mas passou a tê-lo para iniciar sua nova vida.

O começo desta nova etapa, no entanto, foi difícil. Earl teimava em não se comer e por um tempo teve que se alimentar de maneira forçada, através de uma seringa. Sua respiração também começou a falhar e seu estômago inchou. Na clínica veterinária, veio o diagnóstico: insuficiência cardíaca. Earl teria que sobreviver àquela noite para que houvesse esperança para o seu tratamento. E o guerreiro sobreviveu.

The Dodo

No dia seguinte, Emma foi visitar seu novo amigo e o encontrou abanando o rabo, feliz por ver diante dele quem lhe dava motivos para querer viver como ele nunca havia tido antes. Em poucas horas, o cachorro conseguiu ficar de pé, deu seus primeiros passos pós internação e até quis brincar.

O milagre maior, no entanto, ainda estava por vir. Isso porque depois de dar alta médica ao cão, o veterinário fez um alerta: seu corpo frágil sobreviveria a, no máximo, mais um mês. Essa notícia foi dada à Emma há sete meses e Earl permanece com sua família. Não se sabe por mais quanto tempo o milagre se perpetuará, mas uma coisa é certa: amor não faltará.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>