• Home
  • Cão se recusa a se afastar do caixão do seu tutor morto pela Covid-19

Cão se recusa a se afastar do caixão do seu tutor morto pela Covid-19

0 comments

Reprodução

Na cidade de Talara, no Peru, o afetuoso dálmata chamado Colo perdeu recentemente o seu tutor, Fran Quevedo, vítima da Covid-19. Milhões de animais acabaram inseridos nesse cenário doloroso do mundo, todavia, o cachorro Colo se destacou ao recusar se afastar do caixão de seu amado guardião.

Independentemente de quaisquer circunstâncias, os animais são exemplos verídicos da narrativa de companheirismo, ainda que, muitas vezes, não sejam reconhecidos. Como aponta o caso do dálmata Colo, cujo amor pelo seu tutor impediu que ele se desligasse de sua relação com aquele que o estimou.

Pixabay

Da mesma forma que a família, o dálmata ficou intensamente amargurado pela ausência de Fran Quevedo, com tal força que, no velório do homem, Colo percebeu que ele não retornaria novamente para cuidar dele.

Aproximando-se do caixão conduzido pelo cheiro, o cachorro percebeu que ali estava seu melhor amigo e, num gesto surpreendente, subiu na cobertura da urna funerária. Os familiares, abismados com a atitude do dálmata, tiveram adversidades em deslocá-lo dali. “Ao abrirem o veículo, o cachorrinho não conseguiu aguentar e entrou. Logo depois, o caixão foi alçado. Ele cheirou e resistiu sair de lá. Ele o acompanhou até o fim. Foi preciso segurá-lo até que o caixão entrasse na sepultura”, mencionou um familiar do falecido.

Essa cena carrega todas as significações atribuídas ao amor e ao cuidado que Colo recebeu de seu tutor, representando a solidariedade e a percepção dos animais acerca do admirável sentimento que pode ser construído através da responsabilidade, capaz de transcender a própria existência.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>