• Home
  • Pesquisadores avistam orca branca no Alasca: ‘incrivelmente rara’

Pesquisadores avistam orca branca no Alasca: ‘incrivelmente rara’

0 comments

Foto: Reprodução/Instagram @worldtravelstephanie

Uma orca branca foi avistada na costa do Alasca, nos Estados Unidos, no início deste mês. Extremamente rara, a aparição do animal empolgou pesquisadores.

A bordo da embarcação Northern Song, a equipe avistava um grupo de orcas a aproximadamente 400 metros de distância quando percebeu que uma delas era branca.

“Houve um suspiro coletivo de todos no barco”, disse ao jornal Anchorage Daily News a estudante de biologia marinha Stéphanie Hayes.

Segundo ela, trata-se de um “avistamento único na vida”, já que baleias com leucismo são “incrivelmente raras”. Hayes reforçou que “até mesmo pesquisadores nunca esperam ver uma em suas carreiras”.

O leucismo é uma condição genética que gera perda parcial da pigmentação. No caso do albinismo, perde-se totalmente a pigmentação. A raridade destes animais é tamanha que os pesquisadores acreditam que existam entre 5 e 10 orcas brancas na natureza.

Batizada de Tl’uk, o nome da orca significa “lua”. A escolha se deve a sua coloração acinzentada, semelhante à cor lunar.

“Tl’uk parece ser um membro saudável de seu grupo, e damos as boas-vindas a ele em seu primeiro avistamento documentado no Alasca”, concluiu Hayes.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>