• Home
  • Homem denuncia matança de gatos em condomínio e administração nega

Homem denuncia matança de gatos em condomínio e administração nega

0 comments

beabel2005/pixabay

Após um morador do condomínio Retiro do Chalé, em Brumadinho (MG), denunciar que gatos estariam sendo mortos no local, a administração do residencial negou os crimes.

A denúncia foi feita através de um áudio divulgado em grupos de WhatsApp. “Existe um demônio matando todos os gatos do Retiro do Chalé. Eu quero dizer que eu vou descobrir quem ele é, e ele vai mudar daqui”, diz o morador.

“Por enquanto não veio nenhum covarde me procurar. Então, a partir de hoje, eu e a galera de Deus estamos intitulando todos os moradores da Alameda… de demônios do Retiro do Chalé”, completa.

O homem afirma ainda que não vai chamar a polícia e que resolverá a situação por conta própria. “Quando eu descobrir quem está matando os gatos no Retiro do Chalé, eu não vou chamar a polícia não. O problema vai ser comigo”, diz.

Um agente da administração do condomínio negou a denúncia. Ao jornal O Tempo, ele afirmou que o homem que fez a denúncia é conhecido por criar problemas.

“Isso virou a maior confusão aqui no condomínio. Estamos apurando, porque não teve nenhuma outra queixa nesse sentido. Esse homem é um psicopata, um usuário de drogas, e sempre traz problemas”, afirmou.

A administração do condomínio disse ainda que moradores foram consultados para apurar a possível matança e que foi confirmada a morte de apenas dois gatos.

“Tivemos dois casos de gatos mortos aqui, um nesta semana e outro há mais de um mês. Estamos apurando, porque não teve nenhuma outra queixa e nem sabemos o motivo pelo qual o gato morreu (no último fim de semana)”, explicou.

Nenhum registro de ocorrência foi feito, segundo a Polícia Militar. Casos de maus-tratos na cidade pode ser denunciados pelo disque-denúncia (181) ou pelo telefone 2123-1616, além do 190.

O tenente José Wilson de Assis disse ao jornal que se a denúncia for falsa, o denunciante poderá responder por processo criminal. “Se, realmente, esta denúncia proceder, quem cometeu a agressão contra os animais ou o animal pode responder por maus-tratos e estará passível a uma infração administrativa (multa)”, explicou.

O jornal tentou contato com o morador que denunciou as mortes, mas não obteve retorno.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>