• Home
  • Equipe salva baleia e seu bebê presos em uma rede de tubarões

Equipe salva baleia e seu bebê presos em uma rede de tubarões

1 comments

Pixabay

Uma baleia-jubarte e seu bebê foram salvos após ficarem presos em uma rede de tubarões em Queensland, na Austrália. A presença dos animais foi notada por banhistas, que alertaram o Programa de Controle de Tubarões, órgão responsável pela manutenção das contenções que visam impedir ataques de tubarões na costa do estado.

Imagens dramáticas mostram o desespero das baleias, que se debatiam desesperadamente e lutavam para se libertar. Uma grande equipe de resgate foi montada e a força das ondas e do vento tornaram a operação extremamente delicada e arriscada. Felizmente, após três horas, as baleias conseguiram se livrar das redes e retornar ao oceano.

Especialistas temem que novos episódio com esse voltem a ocorrer, pois é o início do período de migração de baleias nos mares australianos. Estima-se que pelo menos 300 baleias passarão pelo local diariamente.

Ocorrência comum

Em maio, o mergulhador Django avistou que uma pequena baleia estava presa em uma armadilha para tubarões em Burleigh Heads, na Costa do Ouro, na Austrália. Imediatamente ele tirou a camisa e nadou uma distância de 500 metros para salvar o pequeno mamífero. O ato heroico do mergulhador foi registrado por drones e foi manchete de diversos jornais, atraindo a atenção do público.

Todos louvaram a atitude e iniciativa do jovem e sua coragem em prol de um filhote indefeso, mas o que ninguém imaginava é que na Austrália, interagir com baleias pode ser punido com até US$ 20 mil. Django foi multado por salvar a vida da bebê, que acredita-se seja da espécie jubarte. Os cidadães australianos, ao tomarem conhecimento da multa, decidiram que era a hora de recompensar o herói.

Uma grande campanha de financiamiento coletivo foi aberta na plataforma GoFundMe e em poucas horas já arrecadou cerca de US$ 2 mil. Django não revelou o valor da multa, mas seus apoiadores informam que caso o valor arrecado supere o valor da infração, o restante será destinado a ONGs de proteção ambiental e entidades dedicas à conservação de baleias.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. A ação de Django também foi heroica. Ele interagiu com a baleia sim, mas foi para salvá-la
    de uma intervenção humana.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>