• Home
  • Ontário aprova lei que protege fazendeiros de investigações de crueldade contra animais

Ontário aprova lei que protege fazendeiros de investigações de crueldade contra animais

0 comments

Foto: Jo-Anne McArthur

A cidade de Ontário, no Canadá, aprovou uma nova legislação que protege fazendeiros e indústrias que exploram animais de investigações feitas por ativistas. Chamada de projeto de lei 156, a iniciativa tem como objetivo prejudicar denúncias de crimes de crueldade contra animais e é enquadrada no rol das “leis de mordaça”, as ag-gag, leis que visam impedir a transparência do tratamento dado aos animais em fazendas e matadouros.

Agora, ativistas que forem flagrados tentando entrar nesses locais ou fazer filmagens serão punidos mais severamente. Além disso, a nova lei também ajuda a mascarar as terríveis condições em que esses animais são mantidos e as formas terríveis em que eles são mortos. A lei 156 representa um grande e lamentável retrocesso para a defesa e proteção dos animais e está sendo alvo de incontáveis críticas por ativistas de todo o mundo.

A organização Animal Justice publicou uma nota de repúdio: “Ontário acabou de aprovar a lei ag-gag 156, o que pode tornar ilegal que a crueldade contra animais em fazendas seja exposta, escondendo ainda mais o sofrimento generalizado dos animais. Também restringe o direito de protestar pacificamente e testemunhar o sofrimento de animais fora dos matadouros. Mas a luta está longe do fim e nossa equipe jurídica desafiará essa lei perigosa e inconstitucional em um tribunal”, disse.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>