• Home
  • “Couro” de polpa de maçã ganha prêmio de sustentabilidade

“Couro” de polpa de maçã ganha prêmio de sustentabilidade

0 comments

Em breve, a Beyond Leather Materials pretende oferecer seus produtos sustentáveis em escala comercial (Foto: Divulgação)

Uma startup dinamarquesa que está investindo em vestuário e acessórios a partir de “couro” de polpa de maçã venceu esta semana o Clim@ 2020, evento internacional que seleciona e premia a melhor iniciativa para um mercado mais sustentável.

A Beyond Leather Materials foi uma das 15 finalistas do evento realizado pelo fundo Green for Growth e levou a melhor com seu “couro vegano”. Segundo a comissão organizadora do Clim@ 2020, o primeiro lugar é destinado à empresa que apresenta por meio de um produto a melhor forma de atender as necessidades do mercado ao mesmo tempo em que contribui com o meio ambiente.

Segundo a Beyond Leather, que em breve pretende oferecer seus produtos sustentáveis em escala comercial, para fazer um metro quadrado de alternativa ao couro são utilizados cinco quilos de polpa de maçã, matéria-prima que na indústria e em restaurantes normalmente é descartada em grandes quantidades.

Móveis e automóveis

No mercado, o “couro” de fibra de maçã já é uma realidade que tem chamado a atenção há algum tempo. No início de 2019, o designer francês Philippe Starck anunciou uma coleção de móveis revestidos com “couro” de maçã.

A matéria-prima que recebeu o nome de Apple Ten Lork foi desenvolvida pela empresa italiana Frumat, que recicla resíduos biológicos industriais para criar produtos sustentáveis.

“Esses resíduos, classificados como resíduos especiais, foram dispensados em aterros ou, em alguns casos, queimados”, informou a empresa à revista de arquitetura e design Dezeen.

O “couro de maçã”, que pode ser criado tanto a partir da polpa quanto da casca da fruta, foi utilizado no revestimento de 16 peças da marca de móveis Cassina, que está investindo na produção de peças mais sustentáveis. O substituto do couro tradicional também começou a ser utilizado na produção de calçados e em encadernações.

O mercado de automóveis também está de olho em alternativas que substituam o couro tradicional. Em abril de 2019, a Volkswagen anunciou o lançamento do SUV elétrico ID Roomzz, que traz, entre os diferenciais, bancos de “couro” de maçã criados a partir de resíduos do suco de maçã.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>