• Home
  • Após 600 anos, cegonhas brancas se reproduzem em meio à pandemia

Após 600 anos, cegonhas brancas se reproduzem em meio à pandemia

1 comments

Pixabay

Pela primeira vez nos últimos 600 anos, ovos de cegonhas-brancas eclodiram na natureza na Grã-Bretanha. Os bebês nasceram no início de maio em West Sussex, na Inglaterra, devido ao trabalho realizado pela White Stork Project (WSP), uma coalizão de organizações que atuam na conservação de cegonhas-brancas e listam propriedades privadas para a construção de ninhos da espécie.

O casal de cegonhas não teve sucesso no período reprodutivo no último ano, mas esse ano, foram avistados cinco ovos no ninho dos animais, construído no topo de um grande carvalho. Os pais foram vistos mexendo nas cascas dos ovos e alimentando os bebês, que precisarão dos cuidados intensivos. A última vez que há registros do nascimento de cegonhas-brancas na Grã-Bretanha foi em 1416.

A espécie pode ser encontrada em várias partes do mundo, mas teve sua população sensivelmente ameaçada devido às atividades humanas na Europa. Entre as organizações que formam a coalizão estão a Fundação da Vida Selvagem Roy Dennis e o Parque da Vida Selvagem de Cotswold. Os bebês levarão cerca de 60 dias para se desenvolver e ficarão sob os olhares atentos de especialistas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>