• Home
  • Pior zoo da Grã-Bretanha anuncia que matará seus animais

Pior zoo da Grã-Bretanha anuncia que matará seus animais

0 comments

Ilustração | Pixabay

Os proprietários do Borth Wild Animal Kingdom, considerado o pior zoológico de toda a Grã-Bretanha, afirmaram que cogitam sacrificar os animais aprisionado no local devido à falta de recursos trazida pelo bloqueio imposto para impedir a propagação da Covid-19. O zoo, localizado em West Wales, País de Gales, mantem mais de 300 espécies selvagens em cativeiro e é responsável pela morte de inúmeros animais.

Tracy e Dean Tweedy, donos do zoo, afirmam que estão sem reservas financeiras e o subsídio fornecido pelo governo, cerca de 25 mil libras (R$160 mil) já está chegando ao fim e não possuem recursos para alimentar e pagar os cuidados dos animais. O casal afirma que condenar os animais à morte é o “último recurso” que eles possuem e supostamente já existe uma lista dos animais que morrerão primeiro.

O anúncio feito pelos proprietários não surpreende. O zoo é acusado da morte de várias espécies e a situação se tornou ainda mais preocupante em 2017, quando um lince escapou de seu recinto e foi morto a tiros. Um segundo lince também morreu durante o que foi chamado “erro de manipulação”. Uma investigação aponta que um em cada cinco animais do zoológico morreu em apenas um ano.

Também foi descoberto que macacos, crocodilos e leopardo morreram em 2018. O zoo foi comprado pelo casal em 2016 e rapidamente mostrou a ineficiência administrativa de Tracy e Dean. Além dos animais comprados para exibição, o local também recebe espécies resgatadas do tráfico de animais que não podem ser devolvidas ao seu habitat e terminam sendo explorados para entretenimento pelo casal.

Tracy e Dean culpam o governo do País de Gales por não oferecer suporte aos proprietários de zoológicos. Ativistas em defesa dos direitos animais apontam que essa é apenas uma desculpa para uma sucessão de erros ocorridos nos últimos quatro anos e um exemplo do porquê não é justo, ético e aceitável que animais sejam mantidos em cativeiro para o lazer de seres humanos.

Nota da Redação: zoológicos e outros locais que aprisionam animais devem ser completamente extintos. Casos como o do Borth Wild Animal Kingdom servem para alertar a população mundial sobre a injustiça e crueldade escondida atrás de zoológicos e outros locais que mantém animais em cativeiro apenas para divertimento humano. É preciso clarear a consciência para entender e respeitar os direitos animais. Eles não são objetos para serem expostos e servirem ao prazer de seres humanos. Apesar das boas intenções ao instaurar o fechamento do estabelecimento, o fato de nada ter mudado para a maioria dos animais enclausurados, representa muito mais uma ação política do que uma real preocupação com a situação dos animais em cativeiro.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>