• Home
  • Estudo reforça necessidade de proteger insetos para preservar o ecossistema

Estudo reforça necessidade de proteger insetos para preservar o ecossistema

0 comments

Um grupo de 30 cientistas divulgou um estudo que reforça a necessidade de proteger os insetos para preservar o ecossistema. A população mundial destes pequenos animais está em declínio por conta da poluição, das mudanças climáticas, da perda de habitat e da exploração das espécies para finalidades ornamentais, farmacêuticas e alimentícias.

Pixabay

“Eles fornecem alimento para outros animais e também podem ter um papel significativo no funcionamento dos ecossistemas de água doce, formando um componente-chave na diversidade da vida”, afirmou Dr. Hil, especialista em ambientes aquáticos e supervisor de projetos de conservação. As informações são do portal Tec Mundo.

O estudo mostrou que os insetos contribuem com a fertilidade do solo, com redes alimentares, além de polinização, troca de nutrientes, dispersão de sementes e decomposição de matéria orgânica.

O declínio dos insetos pode afetar a manutenção de alimentos, incluindo aqueles usados para alimentar as pessoas.

“Com extinções de insetos, perdemos muito mais que espécies. Perdemos abundância e biomassa de insetos, diversidade no espaço e no tempo com consequente homogeneização, grandes partes da árvore da vida, funções e características ecológicas únicas e partes fundamentais de extensas redes de interações bióticas. Tais perdas levam ao declínio dos principais serviços ecossistêmicos dos quais a humanidade depende”, alertam os pesquisadores.

Para tentar reverter este cenário, os pesquisadores listaram atitudes que podem ser tomadas pelas pessoas para garantir a preservação dos insetos. São elas:

1 – Evite cortar a grama frequentemente.
2 – Cultive plantas nativas, já que muitos insetos precisam delas para sobreviver.
3 – Evite pesticidas, pelo menos em seu próprio quintal.
4 – Esqueça árvores velhas, troncos e folhas mortas, pois são lar de incontáveis espécies.
5 – Construa pequenos “hotéis” de insetos, com materiais que contenham buracos para servirem de ninhos.
6 – Reduza sua emissão de carbono, que afeta tanto quanto outros perigos.
7 – Apoie organizações de conservação, podendo até se voluntariar.
8 – Não importe animais vivos e plantas ou os libere na natureza, já que podem prejudicar espécies nativas.
9 – Fique mais atento às criaturas pequenas e cuide do que é frágil.

“Os insetos fornecem serviços essenciais e insubstituíveis, como polinização e decomposição, descoberta de novos medicamentos, indicação da qualidade do habitat e muitos outros. Precisamos de ações urgentes para fechar as principais lacunas de conhecimento e reduzir a extinção de insetos”, disseram os cientistas.

“É essencial um investimento em programas de pesquisa que gerem estratégias locais, regionais e globais que combatam essa tendência de declínio da população de insetos. As soluções estão disponíveis e podem ser implementadas, mas agora é necessária uma ação urgente para salvarmos o planeta”, finalizaram.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>