• Home
  • Cachorro é morto com diversas facadas em Pedro II (PI)

Cachorro é morto com diversas facadas em Pedro II (PI)

0 comments

Divulgação

Uma cãozinho em situação de rua foi brutalmente atacado com diversas facadas por um homem no bairro Vila Kolping, na cidade de Pedro II, no Piauí. Segundo testemunhas, vários cães estavam próximo a casa do agressor que teria investido contra os animais sem nenhum motivo.

Um dos cães não conseguiu fugir e foi violentamente atacado. A intensidade dos golpes fez com que diversos órgãos internos do cachorro fossem expostos. Moradores tentaram socorrer o cachorro, que, infelizmente, não sobreviveu. Uma equipe da polícia foi encaminhada ao local.

O agressor foi preso e tentou justificar a ação cruel afirmando estar sob efeito de bebidas alcoólicas. Ele foi detido e responderá por crimes de maus-tratos contra animais. Moradores do local afirmam que os animais nunca representaram nenhuma ameaça e não entendem o motivo de tamanha covardia.

Crime

No Brasil, crimes contra animais estão previstos na lei 9.605 de 1998. Uma vez acusado, o responsável pode ser punido com multa e até um ano de detenção. No entanto, em uma entrevista à Agência de Notícias de Direitos Animais, o advogado criminalista e consultor da ANDA Sérgio Tarcha explica que existe um novo projeto que torna a pena de crimes de maus-tratos mais rigorosa.

Segundo Tarcha, apesar de trazer avanços, crimes contra animais ainda não são vistos com gravidade pela Justiça. “A pena, hoje, é de 3 meses a 1 ano de detenção, ou seja, é nada. A lei que regula a matéria é a lei de crimes ambientais, 9.605/98, a nova lei, 11.210/18, que já foi aprovada pelo senado eleva para 1 a 4 anos de detenção, mais a multa. Ainda continua muito branda a legislação, em outros países é muito mais severo”, disse.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>