• Home
  • Homem abriga 101 cachorros em sua residência por causa da quarentena

Homem abriga 101 cachorros em sua residência por causa da quarentena

0 comments

Foto: Pixabay

Um libanês conhecido como Tio Mahmoud está ficando bastante conhecido em seu país por abrigar em sua residência 101 cãezinhos. Acredita-se que os animais estão sendo abandonados por seus tutores tanto por conta do medo causado pelo surto do coronavirus, quanto pela inflação no preço de diversos produtos, como por exemplo ração para cães e gatos.

Apesar de Mahmoud já abrigar cães antes do inicio da pandemia, desde o surgimento do coronavírus mais de 100 cachorros foram abandonados nos arredores da sua propriedade, o que deixa o homem bastante triste com o egoísmo humano. “As pessoas são tão gananciosas que nem sequer alimentam seus cães; eles querem tudo para si. Há pelo menos 100 cães aqui, olhe em volta”, conta Mahmoud.

No entanto, mesmo triste, frustrado e preocupado com toda situação e com os rumos que as coisas podem tomar, Mahmoud não esquece de seus companheiros de quatro patas e não deixa de aceitá-los, lhes oferecendo um lar e bastante amor. Ele garante que mesmo com seu abrigo super lotado, não deixa faltar comida e higiene para os animais.

A situação no Líbano não é boa, e muitos tutores têm abandonado os animais domésticos. Segundo Zaynab Razzouk, diretora da ONG de proteção animal Carma, desde o inicio da crise o preço da comida para cães e gatos teve um aumento de 50% e esse pode ser um dos principais motivos que leva muitos tutores a abandonar os animais domésticos.

Neste período de crise em que o mundo está passando, devemos considerar e tentar ao máximo ajudar os nossos companheiros de quatro patas. Com centros e abrigos lotados, podemos fazer nossa parte adotando um animal ou doando uma quantia para que esses locais de acolhimento possam continuar realizando seu trabalho e ajudando muitos animais que estão sofrendo tanto quanto nós.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>