• Home
  • Vinte animais são resgatados em péssimas condições na França

Vinte animais são resgatados em péssimas condições na França

0 comments

“Todos viviam misturados, andando na lama e nos seus excrementos, e também na chuva, pois não havia abrigos suficientes”, disse Aline Maatouk, gerente de projetos da Fundação Brigitte Bardot

Cabras, cavalos e porcos foram resgatados em péssimas condições. Foto Site Fundação Brigitte Bardot

Vinte animais foram resgatados em região próxima ao Canal da Mancha, na França, na quarta-feira (11), pela Fundação Brigitte Bardot, a pedido da Diretoria Departamental de Proteção das Populações de La Manche.  A Fundação levou para seu santuário 11 cavalos, cinco cabras, três porcos e uma vaca que eram mantidos em péssimas condições numa área particular.

Uma cabra tinha um olho perfurado, uma égua sofria de uveíte (problema nos olhos) e foi encontrado também o cadáver de uma cabra, com a cabeça enroscada na cerca: “O proprietário nem se deu ao trabalho de recolher o corpo do animal que estava se desfazendo na lama ao redor”, disse Aline Maatouk, gerente de projetos da Fundação ao “La Manche Libre”.

Ela descreveu o local como insalubre, com ausência de grama e de feno: “Todos os animais viviam misturados, andando na lama e em seus excrementos, e também na chuva, pois não havia abrigos suficientes. Eles tinham as patas em pelo menos 50 cm de lama. Todos estão com problemas de saúde. Provavelmente não foram vacinados nem vermifugados e alguns estavam num estado catastrófico”.

Por falta de espaço em outros abrigos da França, alguns animais estavam ameaçados de eutanásia, por isso, todos foram levados ao refúgio da Fundação Bardot.

A entidade pretende dar queixa do indivíduo que maninha os animais em condições deploráveis. Ele corre o risco de multas que podem chegar a 30 mil euros e punição de até dois anos de prisão.

Os animais resgatados serão recebidos na “Arca BB” que é um verdadeiro paraíso.  Veja vídeo

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>