• Home
  • Embarcações podem ter causado a morte de filhotes de boto em SC

Embarcações podem ter causado a morte de filhotes de boto em SC

0 comments

Lanchas e jet skis podem ter matado dois filhotes de boto encontrados sem vida nas últimas duas semanas em Laguna (SC). A suspeita se deve às fraturas presentes nos corpos dos animais.

Foto: Polícia Militar Ambiental

Para proteger os botos, o Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA) pede que donos de lanchas e jet skis evitam passar pelo complexo das lagoas Santo Antônio dos Anjos, Imaruí e Mirim, e pelo Canal da Barra, em Laguna.

Quando a passagem pela região realmente for necessária, a orientação é de que os pilotos tenham atenção redobrada e respeitem o limite de velocidade.

Um dos botos, encontrado morto no dia 20 de fevereiro, tinha entre 15 e 20 dias de vida, media 1,45 metro e pesava 32 kg. A necrópsia concluiu que ele sofreu trauma mecânico craniano na região da têmpora. A mãe do animal, vivenciando o luto, não se separou do corpo do filhote.

Três dias depois, outro filhote da espécie, com pouco mais de 30 dias de vida, foi encontrado morto com marcas pelo corpo de atrito com pedras, fratura na região do maxilar e desgastes na mandíbula.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>