• Home
  • Cãozinho com fratura exposta é salvo por policiais no DF

Cãozinho com fratura exposta é salvo por policiais no DF

0 comments

PMDF/Divulgação

Após denúncias, uma equipe da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) salvou um cachorrinho ferido e vítima de maus-tratos no bairro Ceilândia, uma das regiões mais importantes de Brasília, ontem (26).

O cãozinho estava repleto de ferimentos e com uma fratura exposta. Além dos machucados, o animal também apresenta sinais claros de desnutrição e negligência. O suposto tutor do animal foi encontrado na residência e prestou esclarecimentos.

Ele afirma que o cãozinho foi atropelado por uma moto há 30 dias, mas que “não teve tempo” de levá-lo para receber atendimento veterinário. O cachorrinho foi resgatado e encaminhado para tratamento especializado pelos policiais.

O tutor do animal apenas assinou um termo circunstanciado.

Crime

No Brasil, crimes contra animais estão previstos na lei 9.605 de 1998. Uma vez acusado, o responsável pode ser punido com multa e até um ano de detenção. No entanto, em uma entrevista à Agência de Notícias de Direitos Animais, o advogado criminalista e consultor da ANDA Sérgio Tarcha explica que existe um novo projeto que torna a pena de crimes de maus-tratos mais rigorosa.

Segundo Tarcha, apesar de trazer avanços, crimes contra animais ainda não são vistos com gravidade pela Justiça. “A pena, hoje, é de 3 meses a 1 ano de detenção, ou seja, é nada. A lei que regula a matéria é a lei de crimes ambientais, 9.605/98, a nova lei, 11.210/18, que já foi aprovada pelo senado eleva para 1 a 4 anos de detenção, mais a multa. Ainda continua muito branda a legislação, em outros países é muito mais severo”, disse.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>