• Home
  • Coruja ferida é amarrada de cabeça para baixo em grade de escola

Coruja ferida é amarrada de cabeça para baixo em grade de escola

1 comments

Sangrando, a coruja foi encontrada com as unhas arrancadas, uma asa e os dedos da pata esquerda cortados


Um filhote de coruja foi encontrado amarrado de cabeça para baixo nas grades do muro de uma escola em Rio Branco, no Acre. O caso aconteceu na terça-feira (11) no bairro Cidade do Povo.

O animal silvestre, que apresentava sinais de tortura, estava sangrando, com as unhas arrancadas, uma asa e os dedos da pata esquerda cortados. “Os policiais estavam em patrulhamento quando avistaram a ave amarrada, com um fio de náilon, na grade da escola. Ela estava muito machucada, com a asa cortada”, contou ao G1 o major Edvan Rogério.

Foto: Divulgação/Polícia Militar

A ocorrência foi registrada pela PM, mas, segundo o major, não se sabe quem foi o responsável pelo crime.

O animal foi levado para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). De acordo com a bióloga do Cetas, Elaine Oliveira, a ave chegou no local em estado grave e bastante debilitada, mas está sendo medicada e segue em observação.

“Ela estava tendo muito sangramento, porque as unhas foram cortadas na base da carne e é uma região muito vascularizada. Mas a gente conseguiu estancar o sangramento, fizemos toda parte de curativos e ela já está bem melhor e se alimentando”, informou.

O animal deve permanecer em observação. “Tudo depende do organismo do animal, de como ele reage à medicação que a gente está dando. Ela está sendo acompanhada pelo veterinário”, concluiu.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Com mais um exemplo desse, cresce a obrigação da nossa sociedade em agir com mais rigor contra os crápulas que maltratam animais. A matéria é chocante, mas tem o mérito em mostrar uma realidade que tem de ser combatida.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>