• Home
  • Cachorros procuram novos lares após morte de protetora em Campinas (SP)

Cachorros procuram novos lares após morte de protetora em Campinas (SP)

0 comments

Além de precisarem de novos lares, os cães também necessitam de doações de ração


Onze cães que eram tutelados pela protetora de animais Simone Regina Pires estão à procura de novos lares em Campinas, no interior de São Paulo. A aposentada, de 51 anos, morreu há uma semana em decorrência de uma parada cardíaca.

Reprodução/A Cidade ON

Com problemas de saúde, Simone se locomovia através de uma cadeira de rodas, mas mesmo assim se dedicava aos animais que resgatou das ruas. O medo da protetora era morrer e deixar os animais sozinhos.

Comovida com a situação, a protetora Paty Romero está tentando doar os cães. “Simone amava os animais de uma forma que eu desacreditava. Sempre pediu que, se um dia ela viesse a falecer, que eu não os desamparasse. E eu irei cumprir minha promessa até o fim”, disse Paty, em entrevista ao portal A Cidade ON.

De acordo com a protetora, “Simone era uma pessoa maravilhosa, guerreira, que amava os animais. Não sabia dizer não. Sempre batiam na porta da casa dela com um animalzinho no colo, e ela sempre acolhia com todas as limitações que ela tinha”.

Os cachorros tomaram banho e foram vacinados. Todos são castrados e estão sendo alimentados com ração doada pela Pet Legal, que deve durar mais uma semana.

Paty pede às pessoas que, além de ajudarem a encontrar lares para os cães, façam doações. “Você não pode adotar um cachorro? Então, adote um protetor… Doe um saco de ração, um vermífugo, uma castração, uma vacina, um cobertor velho. Assim, você adota muitos cães”, disse.

Interessados em ajudar devem entrar em contato com a protetora pelo WhatsApp: (19) 9-9834-4400.

Veja fotos de alguns dos cães que aguardam um lar:

Reprodução/A Cidade ON
Reprodução/A Cidade ON
Reprodução/A Cidade ON
Reprodução/A Cidade ON
Reprodução/A Cidade ON

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>