• Home
  • Cachorro se torna símbolo de manifestações no Chile

Cachorro se torna símbolo de manifestações no Chile

0 comments

Na região central da cidade de Santiago, ativistas instalaram uma estátua de papelão em homenagem ao cão


Um cachorro preto, sem raça definida, tornou-se símbolo dos protestos no Chile após, em 2011, se unir a estudantes que foram às ruas para reivindicar a gratuidade da educação. O animal latia para os policiais e até tentava mordê-los.

Foto: RFI/Justine Fontaine

Apesar de ter morrido em 2017, ele ficou bastante famoso e foi transformado num ícone dos movimentos sociais de 18 de outubro de 2019. As informações são da agência RFI.

Atualmente, “Matapacos”, como foi batizado, estampa camisetas, bolsas, chaveiros, cartazes e grafites que podem ser encontrados em Santiago.

“Esse cão é um símbolo de resistência, sendo um cachorro perdido, simboliza o povo e as classes populares”, diz Paula, de 23 anos.

Na região central da cidade, ativistas instalaram uma estátua de papelão em homenagem ao cão. O objeto já foi queimado e destruído várias vezes e no dia 17 de janeiro foi reconstruído.

O cachorro recebia abrigo e comida de María Campos, que conta que ele saía correndo sempre que via uma manifestação. “Ele não conseguia se segurar e saia correndo atrás. Ele tinha uma casa, é verdade, mas na essência continuava sendo um cachorro em situação de rua, bem típico daqui”, disse.

“Os cães pretos têm menos chance de serem adotados, ninguém quer saber deles”, afirmou Carolina, manifestante de 32 anos. “Nos bairros chiques, ninguém liga para eles”, completou Diana, que também participou dos protestos.

Dados oficiais indicam que há mais de 250 mil cachorros abandonados no Chile e que eles aparecem com frequência em protestos.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>