• Home
  • Mais de cem cães são resgatados em condições deploráveis após denúncia contra criador

Mais de cem cães são resgatados em condições deploráveis após denúncia contra criador

0 comments

A investigação levou ao resgate de 101 cães que foram removidos de casas em Manchester | Foto: Conselho de Rochdale
A investigação levou ao resgate de 101 cães que foram removidos de casas em Manchester | Foto: Conselho de Rochdale

Uma operação de fiscalização e resgate em massa a um criador de cães denunciado como “fábrica de filhotes”, levou as autoridades de Manchester, na Inglaterra, a retirar das instalações do canil um total de 101 cães da raça dachshund (popularmente conhecido como salsichinha) que estavam sendo forçados a se reproduzir para fins de venda dos filhotes.

Os cães foram recuperados de nove propriedades em Rochdale, Oldham e Salford na semana passada, após uma operação assistida por 30 policiais e inspetores da RSPCA (maior ONG inglesa de proteção e direitos animais).

Mark Widdup, diretor de bairro do Conselho de Rochdale, disse: “É recompensador termos sido capazes de executar os mandados com sucesso, resgatar e colocar os cães aos cuidados da ONG”.

A operação de invasão aos canis é o resultado de uma investigação de dois meses sobre a criação dos cães em condições abusivas, insalubres e de maus-tratos, que contou com a ajuda do público.

Todos os dachshunds foram acolhidos pela RSPCA e estão sendo tratados na ONG, enquanto passam por exames de saúde.

O Conselho de Rochdale confirmou que os cães ainda não estavam disponíveis para adoção, pois fazem parte de uma investigação em andamento.

Em um comunicado, as autoridades pediram que aqueles que compraram cães da raça dachshund na região contatassem funcionários do Conselho.

Um porta-voz da RSPCA disse: “Na terça-feira, 12 de novembro, oficiais e agências parceiras da RSPCA, incluindo a polícia de Manchester e membros do Conselho Municipal de Rochdale, executaram mandados em endereços em Rochdale, Oldham, Heywood e Little Hulton”.

“Não podemos comentar mais enquanto as investigações continuam”, concluiu o porta-voz da ONG.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>