• Home
  • Seca severa mata 55 elefantes de fome em parque no Zimbábue

Seca severa mata 55 elefantes de fome em parque no Zimbábue

0 comments

O parque onde os animais morreram tem capacidade para 15 mil elefantes, mas atualmente abriga mais de 50 mil


A grave seca que atinge o Zimbábue levou pelo menos 55 elefantes à morte no Parque Nacional Hwange nos últimos dois meses. Os animais morreram de fome.

Foto: Getty Images / BBC News Brasil

A sede também tem castigado a vida selvagem. Alguns dos corpos foram encontrados a 50 metros de lagos vazios, o que pode indicar que esses animais tenham percorrido longas distâncias a procura de água e tenham morrido nas proximidades do que, antes, era um lago.

“A situação é desesperadora”, afirmou Tinashe Farawo, porta-voz da Zimparks, uma agência que administra parques e cuida da vida selvagem do país. “Os elefantes estão morrendo de fome e isso é um grande problema”, completou. As informações são da BBC News Brasil.

O parque, que tem capacidade para 15 mil elefantes, atualmente abriga mais de 50 mil. Para tentar salvá-los, a Zimparks está tentando cavar poços na região. No entanto, segundo Farawo, faltam recursos. A agência não recebe repasses governamentais.

Foto: Getty Images / BBC News Brasil

Além dos elefantes, a seca tem atingido também a população humana. Isso porque as colheitas no Zimbábue foram reduzidas de maneira drástica devido à falta de água.

As condições climáticas somadas a uma grave crise econômica que afeta o país fizeram com que o Programa Mundial de Alimentos, da ONU, publicasse um relatório em agosto alertando para o risco de dois milhões de pessoas passarem fome no Zimbábue.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>