• Home
  • Indústria de criação de salmão em cativeiro deixa ursos pardos sem alimento

Indústria de criação de salmão em cativeiro deixa ursos pardos sem alimento

0 comments

Foto: Facebook/Rolf Hicker
Foto: Facebook/Rolf Hicker

As fazendas de criação de salmão e a atual crise climática estão afetando severamente a alimentação dos ursos pardos. Fotografias mostrando os animais famintos e extremamente magros buscando por alimento se tornaram virais nas redes sociais.

As fotos, tiradas por Rolf Hicker perto de Knight Inlet, na costa da Colúmbia Britânica, no Canadá, mostram uma ursa fragilizada e maltratada acompanhada de seus dois filhotes andando em busca de comida.

Foto: Facebook/Rolf Hicker
Foto: Facebook/Rolf Hicker

Imagens fortes

“Eu não vi um único salmão em um rio até agora”, escreveu Hicker no Facebook. “Os ursos estão morrendo de fome e parte meu coração ver isso acontecer”.

“Acredito que é importante mostrar esse lado também. Aqui no Broughton não resta salmão para os ursos (e baleias, possivelmente)”.

“A publicidade de revistas e programas televisão ainda mostra os ursos felizes que deleitam-se com salmão, bem, infelizmente essa cena não é mais tão real como costumava ser”.

Voluntários da região entregaram mais de 500 salmões aos ursos, em um ato que um dos voluntários descreveu à CNN como uma “medida extrema para ajudar nosso ecossistema”.

Foto: Facebook/Rolf Hicker
Foto: Facebook/Rolf Hicker

A atual crise climática, que causou o aumento da temperatura da água, também foi responsabilizada pela escassez de salmão selvagem.

“Um câncer maligno”

Don Staniford, diretor da Scottish Salmon Watch, disse ao MailOnline: “A criação de salmão é um câncer maligno em nossas costas e está matando não apenas peixes selvagens, mas também ursos, baleias e mariscos”.

“Longe de ser uma panacéia, a criação de salmão é uma ameaça com sérios impactos globais. Os consumidores podem ajudar deixando de se alimentar de animais e adotando uma alimentação vegana”.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>