• Home
  • Governo autoriza registro de mais agrotóxicos que exterminam abelhas

Governo autoriza registro de mais agrotóxicos que exterminam abelhas

0 comments


Ontem (17) foi publicado no Diário Oficial da União o ato nº 62, que autoriza o registro de mais 63 agrotóxicos


Por David Arioch


Sulfoxaflor e Lambda-cialotrina são apontados como responsáveis pelo extermínio de populações de abelhas no Brasil | Foto: Pixabay

Ontem (17) foi publicado no Diário Oficial da União o Ato nº 62, do Departamento de Sanidade Vegetal e Insumos Agrícolas da Secretaria de Defesa Agropecuária, vinculado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que autoriza o registro de mais 63 agrotóxicos.

Do total, 56 são produtos genéricos. Outros sete são novos agroquímicos, incluindo um produto à base de fluopriram – que deve ser utilizado em lavouras de batata, café, cana, milho, soja, algodão e feijão.

Entre os mais polêmicos agroquímicos com registro confirmado hoje no Diário Oficial estão novos produtos à base de Sulfoxaflor e Lambda-cialotrina, ingredientes ativos que, embora utilizados no controle de percevejos nas culturas de soja, milho e arroz, também são apontados como responsáveis pelo extermínio de abelhas no Brasil.

Segundo o governo, o objetivo de aprovação de agroquímicos genéricos é uma forma de aumentar a concorrência no mercado e diminuir o preço dos agrotóxicos, fazendo cair o custo de produção. O Ministério da Agricultura afirma que do total de produtos registrados em 2019, 310 são produtos genéricos e 15 à base de novos ingredientes ativos.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>