• Home
  • Enquanto lança hambúrguer vegetal, Marfrig é denunciada por comprar bois de áreas desmatadas da Amazônia

Enquanto lança hambúrguer vegetal, Marfrig é denunciada por comprar bois de áreas desmatadas da Amazônia

0 comments

Empresa comprou gado mantido ilegalmente na Área de Proteção Ambiental (APA) Triunfo do Xingu, em São Félix do Xingu, no Pará


Por David Arioch


No próximo dia 10, o Burger King Brasil lança no mercado o Rebel Whopper, que conta com hambúrguer vegetal produzido pela Marfrig | Foto: Divulgação

No mês passado, a brasileira Marfrig, uma das líderes no mercado de processamento de carne, anunciou o lançamento de um hambúrguer vegetal produzido em parceria com a norte-americana ADM. A previsão é de que o produto, que será fabricado em uma unidade em Várzea Grande (MT), chegue ao mercado até o final do ano.

“Queremos dar ao consumidor o poder da escolha [de um produto de origem animal ou de origem vegetal]. É ele quem decide”, disse o presidente da Marfrig, Eduardo Miron, em comunicado oficial no mês passado.

A parceria entre as duas empresas foi qualificada pelo presidente da ADM na América Latina como um “propósito de incentivar o desenvolvimento sustentável na indústria de alimentos”. Desde então a Marfrig já revelou também sua intenção de lançar uma marca somente para os produtos de origem vegetal.

Por outro lado, a Marfrig foi denunciada no sábado (31) pela ONG Repórter Brasil como sendo responsável por compra de gado proveniente de áreas desmatadas da Amazônia.

O caso citado envolve o pecuarista Adriano José de Mattos, que já havia sido autuado pela prática criminosa em 2016 e em janeiro deste ano foi flagrado criando ilegalmente gado na Área de Proteção Ambiental (APA) Triunfo do Xingu, em São Félix do Xingu, no Pará.

Levantamento da ONG revelou que a Marfrig recebeu em fevereiro gado de Mattos em um de seus matadouros em Tucumã (PA). “Os animais foram registrados como sendo provenientes da Fazenda Limeira [de Mattos], de acordo com documentos oficiais de controle de rebanho consultados pela reportagem.”

A Marfrig argumentou que na data da aquisição as informações sobre a área desmatada não estavam disponíveis no site do Ibama. Porém o Ibama sustentou que esses dados foram divulgados no dia 29 de janeiro, antes da compra feita pela Marfrig.

Vale lembrar que no próximo dia 10 o Burger King Brasil lança no mercado o Rebel Whopper, que conta com hambúrguer vegetal produzido pela Marfrig.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>