• Home
  • Distúrbio neurológico afeta panteras e linces na Flórida

Distúrbio neurológico afeta panteras e linces na Flórida

0 comments

Especialistas em vida selvagem estão realizando pesquisas para determinar a causa de um distúrbio neurológico que está afetando panteras e linces na Flórida, nos Estados Unidos. Os animais, principalmente filhotes, foram registrados em fotos e vídeos com dificuldades para andar.

A Comissão de Conservação de Peixes e Vida Selvagem da Flórida (FWC, na sigla em inglês) está investigando a doença, que foi registrada em alguns felinos desde 2018. Nas imagens, é possível ver panteras com visível dificuldade em controlar as patas traseiras, tropeçando e caindo diversas vezes. Alguns animais até mesmo se arrastam para se locomover.

Uma pantera e seu filhote na natureza
Foto: FWC

“Embora o número de animais exibindo os sintomas seja relativamente pequeno, estamos aumentando o monitoramento para descobrir o âmbito do problema”, declarou Gil McRae, diretor da FWC. “Várias doenças e possíveis causas já foram descartadas; uma causa definitiva ainda não foi determinada”, acrescentou.

A FWC está pesquisando entre as opções possíveis – por enquanto, as causas mais prováveis são toxinas, como pesticidas, infecções e deficiências nutricionais.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>