• Home
  • Girafa com tumor no olho recebe tratamento após repercussão do caso nas redes sociais

Girafa com tumor no olho recebe tratamento após repercussão do caso nas redes sociais

0 comments

A girafa foi tratada por uma equipe de médicos liderada pelo Dr. Titus Kaitho, que administrou um tratamento paliativo de antibióticos e anti-inflamatórios | Foto: KWS
A girafa foi tratada por uma equipe de médicos liderada pelo Dr. Titus Kaitho, que administrou um tratamento paliativo de antibióticos e anti-inflamatórios | Foto: KWS

Uma girafa com um tumor em um dos olhos finalmente recebeu tratamento médico após uma onda de revolta e indignação pela condição do animal ter tomado conta das mídias sociais. O mamífero pertence a subespécie ameaçada de girafa, a Rothschild, e vive no Quênia, as autoridades dizem que o ferimento trata-se de um tumor ósseo.

A condição causou um grande inchaço ao redor de um dos olhos da girafa. Apesar de morar no Parque Nacional do Lago Nakuru, somente a onda de indignação nas mídias sociais foi capaz de forçar o Serviço de Vida Selvagem do Quênia (KWS) a agir em auxílio da girafa doente.

A KWS confirmou na quinta-feira que a girafa sofria de um tumor ósseo. “Embora esteja em condições de se mover, alimentar e beber água, a retirada do tumor se mostrou difícil devido à extensão do crescimento que causaria complicações potencialmente sérias”, escreveu a instituição no Twitter.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Os quenianos estão furiosos com o fato de que foi preciso uma ação em massa nas mídias sociais para levar as autoridades a agir e salvar um animal sob seus cuidados.

O incidente coincidiu com a conferência da CITES que ocorre em Genebra, na qual nações do mundo inteiro se mobilizaram pela primeira vez para proteger as girafas como espécies em extinção, recebendo elogios de conservacionistas e “carrancas” de alguns países da África Subsaariana.

A votação de quinta-feira realizada por um comitê chave na Conferência Mundial sobre a Vida Selvagem, prepara o caminho para a provável aprovação da medida em seu plenário na próxima semana. O Quênia foi um dos principais defensores da proteção rigorosa.

Foto: KWS/Twitter
Foto: KWS/Twitter

O plano regularia o comércio mundial de partes de girafas, incluindo pele, esculturas ósseas e carne, ao mesmo tempo que impediria uma proibição total. A votação foi de 106 membros a favor e 21 contra, com sete abstenções.

“Muitas pessoas estão tão familiarizadas com as girafas que acham que são abundantes”, disse Susan Lieberman, vice-presidente de política internacional da Wildlife Conservation Society. “E no sul da África, elas podem estar bem, mas as girafas estão criticamente ameaçadas.”

Lieberman disse que as girafas estão particularmente em risco em partes da África Ocidental, Central e Oriental.

A Wildlife Conservation Society disse estar preocupada com as múltiplas ameaças às girafas que já resultaram em um severo declínio populacional, citando a perda de habitat, as secas agravadas pela mudança climática, a caça e o comércio de partes de corpos de girafas como principais responsáveis.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>