• Home
  • Cavalos explorados em carroças de lixo desmaiam e morrem de exaustão

Cavalos explorados em carroças de lixo desmaiam e morrem de exaustão

0 comments

Cidade de Reynosa no México | Foto: México News Daily
Cidade de Reynosa no México | Foto: México News Daily

A tortura de cavalos que puxam carroças de lixo em Reynosa, Tamaulipas, no México terminará oficialmente no dia 1º de outubro.

Autoridades da cidade de fronteira decidiram proibir o uso de cavalos para transportar lixo em meio a acusações de que muitos de seus donos os abusam – em alguns casos, de tal forma que os cavalos caíram mortos.

Somente neste ano, 20 éguas, cavalos e potros morreram durante o trabalho em Reynosa.

Cidade de Reynosa no México | Foto: DVM15
Cidade de Reynosa no México | Foto: DVM15

“Os cavalos entram desmaiam de cansaço e exaustão nas vias públicas, sofrendo de desidratação, desnutrição e todo tipo de doenças; alguns são forçados a puxar carrinhos extremamente pesados, o que causa deformidades nas pernas”, disse Eva Soto, presidente da Associação Cavall, um grupo dedicado ao resgate de cavalos maltratados.

“O que é ainda pior, eles têm úlceras e perfurações em sua pele e até mesmo feridas profundas infectadas que são causados pelo uso constante de arreios ou porque eles são espancados por seus donos em uma tentativa desesperada de fazê-los trabalhar além do que sua força permite”, ela disse.

“. . . A coleta de lixo por carroças [puxados por cavalos] é uma tradição da qual devemos nos sentir envergonhados”, Soto acrescentou.

Finalmente, após anos de inação e apesar da oposição tanto dos catadores de lixo quanto de alguns membros do público em geral, o governo municipal de Reynosa disse que basta.

O conselheiro local Héctor Eduardo Flores Gómez disse que, além dos maus-tratos aos cavalos, o uso de animais para coleta de lixo está sendo proibido porque muitos de seus tutores têm conhecimento limitado sobre manejo de lixo e queimam o lixo que coletam em lixões clandestinos.

Ele disse que os tutores dos mais de 2 mil cavalos que são usados para transportar o lixo em Reynosa terão a oportunidade de continuar seu comércio sob o novo sistema “motorizado” de coleta de lixo da cidade.

Cidade de Reynosa no México | Foto: Kristina Lim
Cidade de Reynosa no México | Foto: Kristina Lim

“Não estamos tirando sua fonte de emprego, queremos que eles passem da exploração de animais para um veículo motorizado. Eles sabem que um animal não pode trabalhar puxando lixo, andando vários quilômetros exausto sob o sol. Isso será banido – é maus-tratos – e vimos como alguns morrem de desidratação, fome e problemas de saúde”, disse Flores.

“Não vamos dar um único passo para trás. A partir de 1º de outubro, os cavalos vão embora, a prefeitura não está mais disposta a tolerar desculpas.

Qualquer coletor de lixo que violar a nova portaria enfrentará multas equivalentes a cinco a dez salários mínimos (cerca de 500 a 1.000 pesos na região da fronteira norte) e uma detenção de até 36 horas.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>