• Home
  • Cachorra é envenenada e morta a facadas deixando 12 filhotes recém-nascidos órfãos

Cachorra é envenenada e morta a facadas deixando 12 filhotes recém-nascidos órfãos

0 comments

Corpo de Luna a buldogue envenenada e esfaqueada encontrada três dias depois | Foto: RSPCA
Corpo de Luna a buldogue envenenada e esfaqueada encontrada três dias depois | Foto: RSPCA

Uma cachorrinha indefesa sofreu uma morte lenta e dolorosa depois de ter sido espancada, envenenada e esfaqueada pelos próprios durante três dias de tortura.

A cachorra da raça buldogue americano, chamada Luna, foi atacada por seus tutores Leila Horvath e Norbert Farkasin no jardim de sua propriedade em Birkenhead, Merseyside, Inglaterra.

O Tribunal de Magistrados de Wirral ouviu a RSPCA que revela em depoimento ter encontrado o corpo de Luna coberto de facadas em um beco atrás da casa dos réus em 5 de abril deste ano.

Um exame post-mortem mostrou que ela foi atacada com uma faca e também foi envenenada com um anticongelante.

Quando o inspetor da RSPCA, Anthony Joynes, visitou o endereço dos tutores, eles tentaram justificar suas ações como “autodefesa”.

Sr. Joynes disse ao tribunal: “Farkas disse que Luna tinha ido” para o pé “e que, embora não houvesse lesão, doeu e ele sentiu medo por sua vida e de seu parceiro.

Ele descreveu o uso de uma barra de halterofilismo de metal para acertar Luna duas ou três vezes na cabeça.

“Farkas declarou que Luna permaneceu viva no jardim por cerca de uma hora. Horvarth admitiu então que após isso, ela saiu e deu um anticongelante a Luna misturado com salsichas”.

A corte ouviu também que Luna tinha dado à luz recentemente 12 filhotes e se tornado muito protetora com relação a eles.

Horvath disse aos magistrados que ela sabia que machucar Luna “não estava certo”, mas seu comportamento ficou “terrível” depois que ela deu à luz e eles não podiam se dar ao luxo de mantê-la.

A corte ouviu como, depois de comer o veneno (anticongelante), Luna foi deixada no jardim “morrendo lentamente” de envenenamento até ser apunhalada três dias depois.

O inspetor Joynes disse: “É absolutamente horrível pensar no que Luna passou. Luna foi torturada e passou por um sofrimento inimaginável que ocorreu em múltiplos níveis durante vários dias, o que foi de uma crueldade absurda e inaceitável”.

Horvath e Farkas sabiam que Luna poderia ter sido posta para dormir humanamente por um veterinário, mas evidências mostram que ela foi morta em seu próprio caminho durante vários dias, deixando-a sofrer muito.

”Os 12 filhotes de Luna e outro bulldog americano foram resgatados pela polícia, enquanto uma investigação sobre o abuso e crueldade com animais foi iniciada.

Exames veterinários realizados nos filhotes mostraram que eles estavam sofrendo de doenças respiratórias.

Todos os 12 bebês foram realojados, enquanto o cão macho está aos cuidados da RSPCA e estará pronto para encontrar um novo lar em breve.

Horvath e Farkas receberam de imediato uma sentença de 10 semanas de prisão e uma proibição vitalícia de manter animais em sua companhia.

Eles foram condenados a um total de oito crimes envolvendo bem-estar animal no caso (processo) apresentado pela RSPCA.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>