• Home
  • Raros leões brancos nascem em santuário e recebem os nomes Nala e Simba

Raros leões brancos nascem em santuário e recebem os nomes Nala e Simba

0 comments

Dois raros leões brancos nasceram no final de julho, em um santuário de proteção animal francês chamado “Caresse de tigre”. Os dois foram batizados de Nala e Simba, em homenagem aos personagens de Rei Leão.

Dois filhotes de leões brancos deitados
Foto: Lou Benoist/AFP

O leão branco em nada se diferencia do leão de pelos amarelados, com exceção da sua cor. A cor diferente é causada por uma mutação genética chamada leucismo.

Os leões brancos se tornaram extintos na natureza por doze anos, mas foram reintroduzidos em 2004 à vida selvagem. Mesmo assim, a maior parte desses animais vivem em cativeiro e, na natureza, há menos de treze indivíduos, segundo a entidade de Proteção Global do Leão Branco. Infelizmente, eles são muito cobiçados por caçadores.

O santuário, no nordeste da França, ocupa 300 hectares de uma área florestal e atualmente é o lar de doze tigres e leões. Por enquanto os filhotes estão sendo cuidados pelos proprietários do santuário e se tornaram amigos dos cachorros do casal.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>