• Home
  • Cachorrinho que tem medo de fogos de artifício se esconde na banheira com seus brinquedos

Cachorrinho que tem medo de fogos de artifício se esconde na banheira com seus brinquedos

0 comments

Foto: Sarah Schweig
Foto: Sarah Schweig

Conheça o Kimbo.

Kimbo é um cãozinho da raça golden retriever que viveu em Nova York (EUA) toda a sua vida, então ele está sempre pronto para uma nova aventura.

Serelepe e alegre, Kimbo desfruta de todas as atividades que a cidade e seus arredores têm a oferecer – desde longas caminhadas pelas ruas de paralelepípedos a visitas frequentes aos parques do Brooklyn até a natação para cachorrinhos nas piscinas de Nova Jersey até viagens para fazer caminhadas e trilhas no Vale do Hudson .

Foto: Sarah Schweig
Foto: Sarah Schweig

No passado, o barulho e a agitação da cidade nunca incomodaram muito Kimbo. Mas, recentemente, ele e seu tutor, Marco, mudaram-se para um novo bairro no Brooklyn – uma área animada que, como os dois acabaram de aprender, não recua ao comemorar os feriados.

Foto: Sarah Schweig
Foto: Sarah Schweig

Pela primeira vez na vida de Kimbo, do nada, ele ficou bem nervoso quando os barulhos altos dos primeiros fogos de artifício soaram.

Felizmente, como qualquer nova-iorquino experiente, Kimbo descobriu como se manter calmo em meio ao caos – e ele também ajudou um pouco.

Marco e Kimbo estavam tendo alguns amigos para jantar no Dia da Independência. Eles decidiram ficar exatamente no lugar do Kimbo – para evitar os fogos de artifício -, mas os sons estrondosos ainda podiam ser ouvidos no apartamento deles.

Foto: Sarah Schweig
Foto: Sarah Schweig

Enquanto os vegetais grelhavam do lado de fora, uma doce menina de 4 anos, filha de um amigo, resolveu manter Kimbo na companhia e acalmar seus nervos.

No começo, era difícil: Kimbo ficava latindo e Marco continuava tendo que ajudar Kimbo a garantir que tudo ficaria bem, esfregando as orelhas e dando-lhe guloseimas.

Foto: Sarah Schweig
Foto: Sarah Schweig

Mas de repente, o latido parou. Quando os adultos foram ver o que havia acalmado Kimbo, foi o que encontraram:
Kimbo tinha subido na banheira e a menina decidiu cercá-lo com todos os seus brinquedos favoritos – e parecia fazer o truque.

Kimbo descansou a cabeça e até se afastou um pouco enquanto os últimos fogos de artifício explodiam.
E logo, Kimbo voltou a ser o seu eu normal e feliz.

Bom menino, Kimbo.

Foto: Sarah Schweig
Foto: Sarah Schweig

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>