• Home
  • Mais de dois milhões de animais morrem atropelados todos os anos no Brasil

Mais de dois milhões de animais morrem atropelados todos os anos no Brasil

0 comments

Por Rafaela Damasceno

Mais de dois milhões de animais – grandes ou médios – morrem atropelados todos os anos no Brasil. Os dados foram feitos para uma pesquisa de pós-doutorado na Universidade Federal de Minas Gerais.

Um tucano na estrada, morto
Foto: Agro News Brasil

A pesquisa ocorreu entre agosto de 2018 e junho de 2019 e investigou estradas, rodovias e ferrovias em quase cem parques nacionais e outras áreas de conservação estaduais, municipais e federais.

“O objetivo foi realizar um diagnóstico nacional do efeito de rodovias e ferrovias nas Unidades de Conservação. Além de coletar dados sobre atropelamentos de fauna selvagem, avaliar medidas de mitigação e coletar amostras de tecido de animais afetados por atropelamentos, realizamos ações de educação ambiental e promovemos cursos e palestras“, disse o professor da Universidade Federal de Lavras (UFLA) e pesquisador responsável pela Expedição Alex Bager.

Um tamanduá morto na estrada após ter sido atropelado
Foto: Agro News Brasil

Segundo o Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas, da UFLA, cerca de 2.163.720 animais médios e grandes são atropelados no país, por ano, até mesmo dentro das áreas protegidas. Se os animais pequenos forem somados ao total, assim como aqueles atropelados fora de unidades de conservação, o número chega a 450 milhões.

Estudos serão feitos para descobrir como os atropelamentos podem afetar as espécies a curto e longo prazo.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>