• Home
  • Ativistas protestam contra ritual judeu de matar aves

Ativistas protestam contra ritual judeu de matar aves

0 comments

Por Rafaela Damasceno

Um grupo ativista em defesa dos direitos animais processou um centro judaico em Los Angeles, tentando impedi-lo de usar galinhas e galos vivos no ritual que acontece antes de Yom Kipur (dia do perdão), uma das datas mais importantes do judaísmo.

Um homem praticando o ritual com um frango na mão
Foto: Olivier Fitoussi

O ritual de Kaparot é uma penitência simbólica para se livrar dos pecados. Nele, as mulheres pegam galinhas, os homens, galos, e as grávidas, um de cada; então, os judeus teoricamente transferem seus pecados para as aves, que são degoladas logo depois. É como se os animais fossem substitutos para eles e morressem em seu lugar.

Alguns animais, depois de mortos, são doados para os mais pobres ou levados pelos próprios judeus para serem comidos em casa. Mas isso não é regra: muitos pensam que, como os pecados foram transferidos para as aves, elas não devem ser servidas como alimento, então são descartadas depois de serem brutalmente degoladas.

O processo contra o centro judaico foi apresentado recentemente no Tribunal Superior de Los Angeles pela Liga de Proteção e Resgate dos Animais, que pede uma liminar para bloquear a prática. A alegação é que, como as aves são descartadas depois de assassinadas, elas não são usadas como alimento – o que viola a lei dos direitos animais, segundo o Los Angeles Times.

Há uma alternativa para a tradição: os pecados podem ser transferidos para uma quantidade de dinheiro, que depois é doada aos mais pobres. As organizações defensoras dos direitos animais argumentam que, como há opção além do assassinato de animais, não há necessidade alguma de que as mortes ocorram.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>