• Home
  • Ativistas realizam ato pacífico contra entretenimento com animais em shopping no Recife

Ativistas realizam ato pacífico contra entretenimento com animais em shopping no Recife

0 comments

Por David Arioch

Manifestação teve início às 15h em frente ao shopping e durou cerca de duas horas (Foto: 269life Nordeste/Vozes em Luto Nordeste)

No último domingo (28), o Movimento 269life Nordeste e o Movimento Vozes em Luto Nordeste realizaram uma manifestação pacífica contra o uso de animais na Fazendinha do Plaza Shopping, no bairro de Casa Forte, no Recife (PE).

A manifestação teve início às 15h em frente ao shopping e durou cerca de duas horas. Os ativistas dos direitos animais levaram cartazes, faixas, megafones e também fizeram panfletagem.

“A nossa intenção foi abordar a exploração à qual os animais são submetidos quando utilizados como entretenimento. Explicamos para os transeuntes e pais das crianças que essa prática não é saudável”, informam.

Durante a ação, os manifestantes veganos também declararam que animais não devem ser retirados de seu habitat e levados para centro urbanos porque isso gera estresse e desconforto aos animais.

“Até mesmo quando a criança brinca inocentemente com eles, ela não tem ideia do impacto que isso causa. Mas deixamos claro ao Plaza que não somos contra a Fazendinha, mas sim contra o uso de animais”, reforçam.

Anualmente o Plaza Shopping realiza o evento em que porcos, galinhas, patos, pintinhos, bois, carneiros, coelhos e pôneis são expostos ao público por mais de um mês em um espaço criado no estacionamento.

“Eles poderiam incluir atividades lúdicas, pedagógicas, encenação teatral, pintura artística de animais no rosto das crianças, contação de histórias, dentre tantas atividades recreativas para o período de férias”, defendem o 269life Nordeste e o Vozes em Luto Nordeste.

E acrescentam: “Outra sugestão, tanto em âmbito da responsabilidade social quanto educação ambiental, seria levar crianças de escolas públicas e privadas para um santuário, onde aprenderiam como aqueles animais poderiam viver de forma digna.”

Embora os dois movimentos tenham entrado em contato com a direção do shopping sugerindo alternativas, a alegação foi a mesma feita anteriormente em justificativa à realização do evento – de que os animais têm acompanhamento veterinário:

“Sabemos que o procedimento existe, mas não é isso que reivindicamos. Apenas solicitamos que sigam o exemplo de outros shoppings do Brasil e da Região Metropolitana do Recife que não utilizam seres inocentes para entretenimento humano.”


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>