• Home
  • Homem salva vida filhote de urso usando técnicas de ressuscitação cardiopulmonar

Homem salva vida filhote de urso usando técnicas de ressuscitação cardiopulmonar

0 comments

Ronnie Dean Harris | Foto: Angelina Hopkins Rose
Ronnie Dean Harris | Foto: Angelina Hopkins Rose

Quando Ronnie Dean Harris viu uma ursa negra enorme morta ao longo da rodovia em British Columbia, no Canadá, ele nunca pensou que dali a poucos minutos ele estaria salvando a vida de um filhote inconsciente da mesma ursa.

Graças aos esforços de Harris, voluntários de um comitê local especializado em ursos negros e de oficiais de conservação da região, dois filhotes órfãos foram salvos e estão a caminho de um centro de reabilitação em Langley.

“Estou feliz que eles [os filhotes] estejam sendo ajudados e tenham uma chance de sobrevivência”, disse Harris.

Depois de ver pela primeira vez o cadáver da ursa adulta na quarta-feira, Harris inicialmente continuou dirigindo. Mas sua consciência começou a corroê-lo por dentro.

Ele então parou o carro e começou a colocar um pouco de tabaco em seu corpo.

Foto: Ronnie Dean Harris
Foto: Ronnie Dean Harris

“Em nossas culturas indígenas, ajuda o espírito desses animais a ter uma transição melhor”, disse ele.

Quando Harris parou, viu uma pequena ponta de pelo negro sobre a mureta de proteção da rodovia e que correu para longe. O motorista saiu do carro para dar uma olhada melhor e viu um segundo filhote de urso numa árvore próxima. O primeiro filhote correu e subiu na árvore também.

Harris fez uma série de chamadas para as sociedades de proteção da vida selvagem locais e para o Serviço de Conservação do Estado. Enquanto ele esperava pelo retorno do contato das entidades, os filhotes começaram a descer a árvore. Ele notou que um deles tinha algo preso em volta do pescoço.

“Ele estava lutando e tentando se desvencilhar de algo”, disse Harris, que voltou ao seu carro para pegar uma faca para liberá-lo.

Mas quando ele voltou, ele viu o urso bebê inconsciente na árvore.

“Quando eu o vi pendurado lá achei que estava morto e fiquei pensando ‘eu tenho que fazer alguma coisa'”, disse Harris.

Foto: Ronnie Dean Harris
Foto: Ronnie Dean Harris

Ele cortou e desatou o que parecia ser um fino cordão de borracha de um pneu queimado preso no pescoço do pequeno. Mas o filhote não respondeu.

Harris conta que então colocou o ursinho de lado e começou a fazer compressões ritmadas no seu peito usando técnicas de ressuscitação cardiopulmonar, ao mesmo tempo que implorava para que ele ficasse bem. Depois de meia dúzia de compressões, o filhote soltou um pequeno suspiro.

“Foi apenas uma reação”, disse ele. “Eu nunca fiz CPR [antes]”.

Assim que fizeram contato visual, Harris diz que o filhote fugiu.

Encontrando os filhotes

Harris finalmente recebeu o retorno do BC Conservation Officer Service (Centro de Conservação de Britsh Columbia), que lhe disse para ligar de volta se houvesse outro avistamento.

Através de um post no Facebook, Lydia Koot da ONG Hope Mountain Black Bear Committee entrou em contato com Harris e se ofereceu para ajudar. Seu grupo resgata animais órfãos e possui armadilhas para filhotes de urso. Geralmente eles trabalha com oficiais de grupos de conservação.

Foto: Angelina Hopkins Rose
Foto: Angelina Hopkins Rose

No sábado, Koot e Harris viram um dos filhotes voltar para o local onde estava o corpo de sua mãe para tentar mamar, então eles colocaram uma armadilha e alertaram os policiais.

“Às vezes as armadilhas podem levar semanas para capturar os bebês”, disse Koot, mas, em poucas horas, eles pegaram o primeiro filhote. “Nós tivemos sorte”.

Sozinhos na natureza sem a mãe os bebês provavelmente morreriam.

Mais tarde, eles também conseguiram pegar o segundo filhote.

Koot diz que os filhotes pesavam em torno de seis quilos e provavelmente não tinham mais de quatro meses de idade.

O primeiro filhote estava extremamente agitado e assustado dentro da armadilha “gritando como um louco”. Mas quando abriram a gaiola para permitir que o irmão do filhote ficasse junto com ele, os dois se aconchegaram e instantaneamente se acalmaram.

“Toda essa história foi simplesmente desoladora”, disse Koot. “Mas todos nós nos unimos e salvamos aqueles dois filhotes.”

Ela disse que não tem dúvidas de que se Harris não tivesse parado quando viu o cadáver da ursa mãe, os filhotes teriam o mesmo destino que ela.

Os filhotes estão agora a caminho da Critter Care Wildlife Society, em Langley, onde Harris afirma que serão reabilitados e preparados antes de eventualmente serem devolvidos à natureza.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>