• Home
  • Homem surdo adota cão com surdez e ensina a ele a linguagem dos sinais

Homem surdo adota cão com surdez e ensina a ele a linguagem dos sinais

0 comments

Foto: Instagram/nickandemerson
Foto: Instagram/nickandemerson

Nick Abbott é um homem de 31 anos que vive no estado do Maine (EUA) e que nasceu surdo. Um dia, navegando pela internet Nick estava olhando para a página do abrigo NFR Maine no Facebook, e um filhote que também nasceu surdo, chamou sua atenção imediatamente.

O filhote de cachorro, cujo nome é Emerson, estava sendo colocado para adoção através do programa de resgate do abrigo, e Nick sabia que se existisse um companheiro peludo para ele, Emerson seria esse amigo.

Nick entendeu que aquele animal havia lutado com os mesmos problemas biológicos que ele e seria um parceiro ideal de vida. Assim sendo ele tomou sua decisão.

Foto: Valuablestories
Foto: Valuablestories

Então, sem pensar duas vezes sobre o assunto, Nick rapidamente entrou em contato com o abrigo NFR e fez os arranjos necessários para adoção

Quando a equipe de resgate encontrou o filhotinho, ele estava vivendo como um cão abandonado nas ruas do Maine, andando com seus irmãos a procura de comida. Não apenas o pobre filhote começou a mostrar sinais de abatimento uma vez no abrigo, mas também desmaiou por causa de uma parvovirose, uma doença que afeta filhotes não vacinados e pode ser mortal se não for tratada imediatamente.

Foto: Valuablestories
Foto: Valuablestories

Depois de passar por esse obstáculo, porém, os funcionários do abrigo desanimaram quando perceberam que o filhote de 12 semanas de idade também era surdo. Eles se perguntaram se algum dia conseguiriam achar para o cão sem raça definida, uma família que o amaria e aceitaria.

Embora a equipe do abrigo estivesse começando a achar que encontrar a família perfeita para a Emerson poderia ser impossível, eles fariam o que pudessem por ele, a começar por compartilhar a história do filhote na página do abrigo no Facebook e encontrar uma família para ele.

Ainda bem que o abrigo não perdeu toda a esperança. Porque assim que carregaram suas fotos com legenda, descrevendo a jornada dele, Nick as viu e logo em seguida ligou para o abrigo.

Foto: Instagram/nickandemerson
Foto: Instagram/nickandemerson

Nick disse à sua mãe que queria conhecer Emerson o quanto antes, pois ele tinha a sensação de que eles haviam sido feitos um para o outro.

Ao entrar em contato com o abrigo ele contou também havia nascido surdo e sabia como era a luta diária que o cãozinho enfrentava.

Nick e sua mãe foram ao abrigo depois do telefonema para conhecer Emerson.

Sem saber o que esperar do filhote, Nick, sua mãe e toda a equipe do abrigo ficaram surpresos ao ver a rapidez com que Emerson parecia se relacionar com seu novo tutor.

Assim que Emerson pôs os olhos em Nick, foi como se ele soubesse que encontrara seu humano.

O filhote instantaneamente foi em direção a Nick e se deitou quietamente aos pés dele, e todos entenderam que os dois estavam destinados um ao outro.

Uma vez que Nick levou Emerson para casa e os dois estavam bem familiarizados, o tutor começou a incansável tarefa de ensinar o filhote a ler e a entender a linguagem dos sinais para que eles pudessem se comunicar um com o outro.

As lições se tornaram um testemunho da paciência e das habilidades de treinamento de Nick, e Emerson aprendeu o novo idioma mais rápido do que qualquer um previu.

O filhote atualmente já sabe um pouco dos sinais e responde a eles. Não só ele sabe latir quando Nick mexe o lóbulo de sua própria orelha, mas ele também conhece os sinais de vir, sentar e deitar-se.

Como qualquer um poderia ter adivinhado, esses dois rapidamente se tornaram ligados para a vida toda, agora que um finalmente encontrou o outro.

Compartilhar suas deficiências auditivas apenas ajudou a conectá-los ainda mais, à medida que ambos aprenderam um com o outro. Nick até fez uma conta no Instagram chamada “Nick e Emmerson”. Lá é possível se atualizar sobre tudo o que Nick chama de “dois meninos especiais” e suas aventuras.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>