• Home
  • Cão que apanhava de tutor é resgatado da casa onde vivia

Cão que apanhava de tutor é resgatado da casa onde vivia

0 comments

Divulgação

Após inúmeras denúncias de maus-tratos a um cachorro, em Campo Grande, Recife-PE, a vereadora da causa animal, Goretti Queiroz (PSC), enviou sua equipe para resgatar o cão da residência onde ele vinha sendo maltratado.

O caso veio à tona, após vizinhos enviarem vídeos do cão apanhando na cara, amarrado a uma pequena coleira, exposto ao sol e a chuva durante dias. Com a divulgação dos vídeos, a população pediu ajuda a vereadora para auxiliar com o resgate do animal.

Divulgação

O primeiro procedimento realizado na casa onde vivia o cachorro foi uma conversa da equipe Patrulha Animal com os tutores para explicar como eles deviam proceder para que não virasse caso de polícia e para que o animal não sofresse mais maus-tratos.

Porém, mesmo após a primeira abordagem, o cachorro continuou preso a uma corrente pequena e sob forte sol, o que levou a equipe de Goretti Queiroz a retornar a casa e pegar o animal.

“Fizemos todos os procedimentos necessários, conversamos com os tutores e mostramos a eles o que significava maus tratos, como vimos que a situação não iria mudar e que o animal iria continuar vivendo acorrentado nós entramos em acordo e eles, amigavelmente, nos deram a guarda do animal”, explicou Goretti Queiroz.

Após dois dias do episódio, Marley (nome do cachorro) foi adotado por uma nova família e agora estará sob supervisão e cuidados necessários para que não volte a sofrer.

Goretti Queiroz lembra que sua equipe não tem poder de polícia e foi criada para dar suporte em casos de maus tratos. “Nós mostramos aos tutores que eles estão infringindo as leis e denunciamos os infratores. É necessária deixar claro que não temos o poder de prender e muito menos de invadir residências”, disse.

Divulgação

Em casos de maus-tratos e abandono a denúncia deve ser feita na delegacia mais próxima, baseada na Lei Federal n. 9.605, de 12.02.1998. (Lei de Crimes Ambientais) e pela Constituição Brasileira, de 05 de outubro de 1988.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>