• Home
  • Primeira-dama do Quênia parabeniza guardas florestais no dia dos Heróis da Conservação

Primeira-dama do Quênia parabeniza guardas florestais no dia dos Heróis da Conservação

0 comments

A primeira-dama do Quênia, Margaret Kenyatta, juntou-se no ultimo domingo, ao Kenya Wildlife Service (KWS) e a muitos participantes ilustres na comemoração anual do Conservation Heroes Day , realizada na sede da KWS.

Foto: Reprodução | Facebook

O dia especial é designado para reunir as famílias dos funcionários do KWS que perderam suas vidas no cumprimento do dever enquanto lutavam para preservar a vida selvagem.

Em sua conta no Twitter, Margaret disse: “Para as famílias dos heróis mortos, meras palavras são inadequadas para expressar a gratidão que sentimos em relação aos nossos heróis de conservação“. No entanto, o Quênia agradece a você, o mundo agradece a você, nossa vida selvagem te agradece”.

O dia também reconhece os “heróis vivos”, aqueles que vão além de sua zona de conforto para cumprir seus deveres.

A primeira-dama também falou sobre a crise alarmante na população selvagem no Quênia e no mundo ao longo das últimas décadas, afirmando que “o Quênia deve proteger seus inestimáveis ​​recursos naturais”.

Foto: Reprodução | Facebook

Para isso, o Quênia investiu pesado no treinamento de seus guardas florestais para capacitá-los à tarefa através da modernização da força, melhorias na faculdade de treinamento de guardas florestais e treinamento rigoroso. O resultado foi uma redução de mais de 90% na caça de rinocerontes no Quênia em cinco anos. As informações são do World Animal News.

“No entanto, a guerra contra a caça ilegal não será vencida se os países que demandam por esses produtos não fecharem os mercados”, disse a primeira-dama do Quênia em um comunicado. “Portanto, convocamos a comunidade internacional a prevalecer sobre os países que impulsionam a demanda mundial por troféus; para vencê-los”.

A Secretária de Gabinete do Ministério do Turismo e Vida Selvagem Najib Balala também expressou sua gratidão a Margaret por seus esforços dedicados à conservação, incluindo viagens ao exterior para fazer lobby contra o comércio de troféus da vida selvagem, que contribuíram em parte para a China proibir a venda de marfim.

Kenyatta reafirmou o compromisso do governo de melhorar o bem-estar dos guardas florestais da fauna silvestre através de re-treinamento, provisão de seguro médico e equipamento de proteção.

 

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>