• Home
  • Moradores de Brusque (SC) se unem para combater crimes contra animais

Moradores de Brusque (SC) se unem para combater crimes contra animais

0 comments

Após a morte de um gato por envenenamento, moradores da cidade de Brusque, em Santa Catarina, uniram-se para combater crimes contra animais. Eles integram um grupo de monitoramento e vigilância chamado Protetores da Vida Animal que tem o objetivo de denunciar práticas criminosas que tenham os animais como vítimas.

A iniciativa partiu da tutora do gato envenenado, Maria de Lourdes Schmitz. Além do gato que morreu, outro também foi envenenado, mas sobreviveu. “Depois disso, comecei a fazer panfletos e falar sobre isso. É crime matar animais. Se nós queremos mudança, não basta querer, tem que levantar da cadeira, sair do comodismo e se manifestar”, disse ao portal O Município.

(Foto: Arquivo Pessoal / Reprodução / Portal O Município)

O grupo, que conta com cerca de 30 participantes, tem o intuito de despertar a conscientização da população acerca dos direitos animais. “Não queremos, por enquanto, ser uma ONG como a Acapra, que faz um trabalho lindo. Queremos reunir pessoas que tenham o compromisso moral de denunciar quando veem algo errado. Um trabalho complementa o outro”, explicou.

Maria de Lourdes colocou, em frente a casa dela, uma placa informativa que explica que envenenar animais é crime. Além disso, adesivos do projeto foram confeccionados para serem colocados em carros.

Os integrantes do grupo são dos bairros Santa Rita, Bateias, Dom Joaquim, Primeiro de Maio, São Luiz, Zantão, Limoeiro, Águas Claras, Santa Terezinha, Rio Branco e Poço Fundo. “Começamos agora, ainda vamos crescer bastante”, afirmou.

Além dos adesivos, Maria quer fazer camisetas, divulgar o projeto nas escolas e integrar as crianças no projeto como protetores-mirins. Ela pretende também encontrar parceiros em outros bairros.

“Chega de ficar parado e não se mexer com as coisas ruins que acontecem. Queremos que as pessoas abracem essa ideia. Eu não posso aceitar, preciso lutar por isso. Depois do meu gatinho, quantos outros já não morreram em Brusque, em Guabiruba e em outras cidades?”, disse.

Para fazer parte do grupo Protetores da Vida Animal basta informar nome, telefone e bairro em que se reside e se cadastrar pelo WhatsApp através do número (47) 9 9120-9613.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>