Cavalos selvagens podem ser levados para matadouros na Califórnia


Ativistas afirmam que centenas de cavalos selvagens sendo arrebanhados pelo Serviço Florestal dos Estados Unidos, no norte da Califórnia, podem acabar em matadouros.

Os animais do local serão destinados à adoção ou venda, na qual organizações alegam que os animais podem acabar sendo mortos comercialmente.

O plano do governo está reunindo 4 mil cavalos selvagens em uma área capaz de sustentar apenas 400 dos animais. Dessa maneira, não existe suprimento de alimentos suficiente para todos eles, e a grande concentração dos cavalos estaria deixando a sobrevivência de outros animais selvagens em questão.

“Quando você tem mais animais do que a terra pode aguentar, isso resulta na eliminação das plantas nativas e na entrada de plantas [não-nativas] na área preservada. Isso é uma mudança significativa no ecossistema”, disse Laurence Crabtree, a supervisora ​​florestal em exercício da Floresta Nacional de Modac, à ABC News.

“Os cavalos que entram nos currais não estão em grande forma. Eles estão mostrando sinais de que não há comida suficiente para eles”.

Cavalos estão em maior quantidade do que as áreas podem suportar (Foto: Pixabay)

O Serviço Florestal dos Estados Unidos começou a reunir mil animais e planeja colocar os com menos de 10 anos de idade para adoção, enquanto aqueles com mais de 10 anos serão colocados para adoção ou venda.

Por um período de 30 dias, os animais mais velhos que não podem ser vendidos a compradores serão mortos. Depois disso, os animais serão vendidos por US $ 1 cada “sem limitação”, o que significa que eles podem acabar em matadouros no México ou no Canadá.

Não há matadouros para cavalos nos Estados Unidos, mas de acordo com a American Wild Horse Campaign, os animais podiam ser comprados por um intermediário – um “comprador matador” – e então transportados para outros países, onde o consumo de carne de cavalo é legal.

A senadora da Califórnia, Diane Feinstein, está entre as que pediram que a venda seja interrompida, escrevendo ao diretor do Serviço Florestal dos EUA para obter respostas sobre o destino dos animais.

“O Serviço Florestal pode atestar que nenhum cavalo vendido será transferido para compradores de terceiros que podem acabar assassinando animais para uso comercial?”, Feinstein questiona na carta.

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CRUELDADE

PRESERVAÇÃO

DADOS ALARMANTES

LEALDADE

LIBERDADE

INCONSCIÊNCIA

CRIME BÁRBARO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>