• Home
  • Cão agredido pelo tutor é resgatado por equipe da Subsecretaria de Defesa dos Animais

Cão agredido pelo tutor é resgatado por equipe da Subsecretaria de Defesa dos Animais

0 comments

Um cachorro que estava sendo agredido com tapas e chutes pelo tutor foi resgatado no bairro da Brasilândia, na Zona Norte de São Paulo. O caso foi denunciado na internet através de um vídeo. O agressor, identificado como Antônio Francisco dos Santos, confessou ter batido no animal depois de ingerir bebida alcoólica.

(Foto: Divulgação)

O resgate do cachorro, que foi encaminhado para o Instituto Luísa Mell, foi feito pela equipe da Subsecretaria Estadual de Defesa dos Animais. A confissão do crime de maus-tratos feita por Antônio ocorreu após os policiais confrontá-lo.

Os agentes colheram não só o relato do agressor, mas também de testemunhas que presenciaram as agressões. Um Termo Circunstanciado de Ocorrência foi lavrado.

(Foto: Divulgação)

Nas redes sociais, a ativista Luísa Mell publicou, após o resgate, uma foto ao lado do cachorro. Ela parabenizou a equipe da subsecretaria e o governador Márcio França. “Resgatado! Porque maltratar animal é crime! Meu muito obrigado ao novo serviço do Estado de SP para combater os maus-tratos! Agora temos uma polícia especial para isso! Tenho que reconhecer que está funcionando governador @marciofrancasp”, escreveu Luísa.

Para realizar denúncias de maus-tratos a animais no município de São Paulo basta acionar a Subsecretaria Estadual de Defesa dos Animais através do disque-denúncia: 0800600 6428.

Maus-tratos a animais na região de Mairinque

Na última terça-feira (16), a patrulha animal recebeu, através do canal de atendimento 0800 600 MIAU (6428), a denúncia de que um morador da região de Mairinque encontrava-se desempregado e que tinha três filhos, sendo um deles especial; o que ocasionava um gasto muito alto e que o mesmo não teria condições do custeio de dois cães que mantinha.

Deslocando-se prontamente ao local dos fatos, a denúncia de maus-tratos foi constatada pela equipe da Defesa Animal que encontrou um cenário de dois cachorros amarrados em uma residência, em situação precária. O tutor foi indiciado com base na Lei Ambiental pelo cometimento de maus-tratos a animal.

Após a elaboração dos Laudos Técnicos, e com a impossibilidade para a permanência dos cães no local, o morador fez a entrega amigável à clínica veterinária e abrigo que presta serviço à Subsecretaria de Defesa dos Animais. Os cães serão, após liberação judicial, entregues em adoção.

Animais maltratados na região de Mogi das Cruzes

Na última quinta-feira (18), a patrulha animal recebeu, através do canal de atendimento 0800 600 MIAU (6428), uma denúncia de maus-tratos na região de Mogi das Cruzes, sobre o acondicionamento de animais em local precário e insalubre, privados de alimento e água, além do quadro de visível desnutrição.

Deslocando-se prontamente ao local dos fatos, foi constatada pela equipe da Defesa Animal a quantidade de oito cachorros em situação precária. O tutor informou estar desempregado e sem condições de custear o gasto referenciado. Foi elaborado um Termo Circunstanciado de maus-tratos a animais com base na Lei Ambiental.
Os animais foram encaminhados para clínica veterinária e abrigo que presta serviço à Subsecretaria de Defesa aos Animais.

O serviço de disque denúncia iniciou em 01 de outubro e até o dia 18 atendeu 641 denúncias e resgatou 17 cães vítimas de maus-tratos.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>