• Home
  • Aumento de resíduos de plástico no Atlântico Sul ameaçam espécies marinhas

Aumento de resíduos de plástico no Atlântico Sul ameaçam espécies marinhas

Ave marinha em seu habitat

0 comments

Resíduos de plástico no mar podem causar muitos problemas para os animais. Emaranhamento, envenenamento e morte por ingestão são os mais graves. Em ilhas do Atlântico Sul, o problema cresceu significativamente, segundo pesquisa.

A investigação foi liderada pelo Doutor David Barnes, do grupo Pesquisa Antártica Britânica (BAS). Barnes afirma que este ano o grupo registrou até 300 itens por metro de costa nas Ilhas Falkland e em Santa Helena. O número é dez vezes maior do que o registrado há uma década.

Ave marinha em seu habitat
Emaranhamento, envenenamento e morte por ingestão são riscos | Foto: Pixabay

Os resultados mostram que a poluição por plástico em praias extremamente remotas do Atlântico Sul está próxima dos níveis observados nas costas industrializadas do Atlântico Norte.

Além das águas e praias, os pesquisadores examinaram mais de 2000 animais de 26 espécies diferentes. Encontraram resíduos no plâncton, ao longo da cadeia alimentar e até nos predadores do topo, como as aves marinhas.

A escala do problema é preocupante e requer reflexão e ação em relação aos hábitos de consumo.

A pesquisa foi publicada no jornal científico Current Biology.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>