• Home
  • Tutor faz campanha para tratamento de cão tetraplégico em Salvador (BA)

Tutor faz campanha para tratamento de cão tetraplégico em Salvador (BA)

0 comments

Morador de Colombo, cidade da região metropolitana de Curitiba (PR), Jefferson Eloy, de 26 anos, está promovendo uma campanha por meio da qual pede a ajuda dos moradores de Salvador (BA) para o tratamento de um cachorro tetraplégico tutelado por ele.

(Foto: Reprodução / Instagram / @ajudeotonny)

A razão para pedir ajuda para moradores de uma cidade localizada a mais de 2 mil km de distância do local onde Jefferson mora se deve ao fato de que ele e o cachorro, o Tonny, estão se mudando para a capital baiana em busca de um tratamento que poderá salvar a vida do animal.

Sem recursos para custear hospedagem, Jefferson está à procura de alguém que possa abrigar ele, Tonny e também o cuidador do animal durante os quatro dias que ficarão por aqui. “Tenho 700 reais para hospedagem, mas locais que pesquisei cobram uma taxa absurda, de até 38% em cima do valor da diária. Como o Tonny é deficiente, o local precisa ter uma cama de casal pra mim e pra ele e pode até ser um sofá velho para o cuidador”, explica Jefferson, em entrevista ao Bahia Notícias.

Diagnosticado com uma doença neurológica denominada meningoencefalite imunomediada, Tonny tem os movimentos comprometidos e é tetraplégico. Em Salvador, o cachorro vai receber um tratamento que pode mudar a condição atual dele. Em Curitiba, conta o tutor de Tonny, esse tratamento, que consiste em desinflamar o sistema neurológico, não existe.

“Vamos fazer a aplicação pra ver se ocorre a desinflamação do sistema neurológico. Mas, se não desinflamar, o Dr. Felipe Purcell disse que vai continuar com nosso caso até o fim”, conta.

A história de Jefferson com Tonny começa em 2015. Na época, ele encontrou o cachorro abandonado em uma caixinha de isopor, perto de um esgoto que ficava nas proximidades da casa dele. Resolveu levar o cão para cuidar, mas o plano inicial era disponibilizá-lo para adoção. Acabou sendo convencido pela ex-mulher que deveria ficar com ele.

Tudo estava tranquilo com o animal, quando, em agosto de 2016, ele descobriu que Tonny havia desenvolvido uma doença no fígado, chamada de Shunt. Cerca de seis meses depois, o susto maior: o cachorro convulsionou e, uma semana depois, parou de andar.

Após fazer cerca de 300 exames e até vender o carro para custear o tratamento do problema de fígado de Tonny e tentar diagnosticar o que havia deixado o cachorro tetraplégico, ele descobriu a enfermidade neurológica. Com o problema do animal, Jefferson resolveu criar uma página no Instagram para contar um pouco da história dos dois. No entanto, comovidos com o problema, os seguidores, atualmente mais de 4 mil, começaram a ajudar também nos custos com o tratamento de Tonny, que, atualmente, chega a R$ 2,4 mil mensais.

“Ele tem que comer uma ração especial, faz acupuntura. Como não tenho carro, gasto também com transporte. Ele necessita de uma série de cuidados especiais”, relata Jefferson.

Para vir à capital baiana, o paranaense também contou com ajuda dos seguidores. Por meio de uma campanha, conseguiu arrecadar R$ 3 mil para pagar as passagens aéreas. Agora, só precisa de um local para ficar.

Jefferson e Tonny chegam em Salvador no dia 3 de julho. Interessados em ajudar podem entrar em contato por meio da página @ajudeotonny no Instagram ou do número de Jefferson: (41) 998415292.

Fonte: Bahia Notícias

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>