• Home
  • Porco aos prantos é chutado por funcionário de matadouro

Porco aos prantos é chutado por funcionário de matadouro

0 comments

Um trabalhador de um matadouro localizado na cidade de Sheffield, nos EUA, foi capturado em uma filmagem enquanto agredia um porco que gritava de dor. Ativistas da organização Save Movement disponibilizaram as imagens online.

O vídeo a seguir mostra o acontecimento detalhadamente, e contém cenas fortes:

De acordo com uma das testemunhas do ocorrido, Jordan Heart, “nós ouvimos sons altos vindo dos animais em um caminhão no pátio. A gente correu em direção aos sons e filmou essas cenas. Os trabalhadores estavam forçando e agredindo os animais para que eles saíssem do caminhão.”

“O porco estava claramente sob muito estresse,” acrescenta. Ele estava lá junto com o Sheffield Animal Save, para acompanhar a execução dos animais no matadouro Bramall & Son em Sheffield.

“Passaram-se três horas e nós já tínhamos testemunhado a chegada de cerca de 12 caminhões carregando porcos, ovelhas e vacas quando o incidente aconteceu”, explicou no post do Facebook.

Reprodução | Plant Based News

Os ativistas disseram ainda que mais tarde viram partes dos animais que testemunharam a agressão serem jogados em uma lixeira do lado de fora do local.

Heart conta em entrevista ao portal Plant Based News: “Ficamos revoltados com as ações dos trabalhadores e dos fazendeiros dos matadouros, ficamos chocados com a possibilidade de chutarem e abusarem dos animais, especialmente porque os fazendeiros alegam que se preocupam tanto com eles.”

Reprodução | Plant Based News

A Sheffield Animal Save é um braço da Save Movement, organização de defesa dos animais que tem cerca de 330 grupos ao redor do Canadá, dos EUA, do Reino Unido, Irlanda, Europa, Ásia, África e também nas Américas Central e do Sul.

Os ativistas frequentemente testemunham e divulgam o assassinato de porcos, vacas, galinhas, ovelhas e outros animais explorados em matadouros. Eles procuram, por meio das documentações, aumentar a conscientização sobre a situação desses animais, e também incentivar as pessoas a se tornarem veganas.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>