• Home
  • População de gorilas da montanha cresce 25% no últimos 8 anos

População de gorilas da montanha cresce 25% no últimos 8 anos

População de gorilas da montanha cresce mesmo em meio a região tumultuada

0 comments

População de gorilas da montanha cresce mesmo em meio a região tumultuada graças a um trabalho de conservação intenso | Brent Stirton/WWF
O crescimento na população de gorilas das montanhas foi possível graças ao trabalho de conservação intenso em uma região tumultuada | Foto: Brent Stirton/WWF

Este é um dos animais mais conhecidos e ameaçados do mundo, mas um novo censo revela que a população sobrevivente de gorilas da montanha subiu acima de 1.000.

Isso representa um aumento real de 25% desde 2010 em sua terra natal no Maciço de Virunga, na África central. Essa conquista foi possível, graças ao trabalho intensivo de conservação, em uma região dividida por conflitos armados, onde seis guardas do parque foram assassinados em abril.

Sir David Attenborough, cujo encontro de 1979 com os grandes símios continua sendo um famoso momento televisivo, disse: “Quando visitei os gorilas da montanha pela primeira vez, a situação era terrível, o número desses notáveis ​​animais era perigosamente baixo. É incrivelmente reconfortante, portanto, ver como os esforços de tantos grupos diferentes – comunidades, governos, ONGs – valeram a pena. ”

Mas Attenborough, embaixador do WWF no Reino Unido, alertou: “As ameaças aos gorilas das montanhas não desapareceram completamente, então agora o desafio é garantir que essas conquistas perdurem por muito tempo no futuro”.

O encontro de 1979 levou-o a refletir: “Há mais significado e compreensão mútua ao trocar um olhar com um gorila do que com qualquer outro animal que conheço – eles são tão parecidos conosco”

A nova pesquisa envolveu 12 equipes cobrindo mais de 2.000 km de terreno difícil e de floresta nas fronteiras da República Democrática do Congo, Uganda e Ruanda. Eles procuraram por sinais dos animais em evidências de concentrações de nichos, e coletaram amostras fecais para análise genética.

A pesquisa descobriu que a população de Virunga aumentou para 604 gorilas, em 41 grupos sociais. A última pesquisa em 2010 contou 480 indivíduos apenas. O outro e único lugar em que os gorilas da montanha sobrevivem é no Parque Nacional Impenetrável de Bwindi em Uganda, onde o último censo em 2012 registrou mais de 400 animais.

O aumento nos números se deve a preparação adequada de guardas do parque, cuidados veterinários assíduos, projetos de apoio à comunidade e turismo regulado. Infelizmente, a pesquisa constatou que as ameaças diretas na forma de armadilhas de cabo ou corda ainda existem. Estas armadilhas colocadas por pessoas que caçam antílopes para comer, mas podem machucar ou até matar os gorilas.

As equipes de pesquisa destruíram mais de 380 armadilhas e infelizmente uma delas continha um gorila da montanha morto. O WWF acredita que novas e mais perigosas ameaças estão surgindo no horizonte, entre elas, as mudanças climáticas e a destruição de novos habitats para o desenvolvimento urbano.

Alison Mollon, da Fauna & Flora International, reconhece que o gorila da montanha estava à beira do precipício da extinção na década de 70. “Precisamos permanecer extremamente vigilantes, particularmente pela ameaça representada pela transmissão de doenças humanas, que embora sejam relativamente inócuas para nós, são potencialmente fatais para outros primatas” alerta ela.

Em abril, cinco guardas florestais e um motorista foram mortos em uma emboscada no Parque Nacional de Virunga, na República Democrática do Congo. A perda de vidas foi a pior da história do parque, onde mais de 170 guardas morreram protegendo animais nos últimos 20 anos.

Cinco guardas e um motorista foram mortos em uma emboscada no Parque Nacional de Virunga, reserva dos gorilas | Foto: Brent Stirton/WWF
Cinco guardas e um motorista foram mortos em uma emboscada no Parque Nacional de Virunga | Foto: Brent Stirton/WWF

Também em abril, outra importante e abrangente pesquisa revelou que há muito mais gorilas de planícies ocidentais do que se imaginava antes, o dobro das estimativas anteriores para ser mais exato. O gorila das planícies ocidentais, que corresponde a 99% de todos os gorilas vivos, teria atualmente uma população de 360.000 indivíduos. Mas em apenas oitos anos essa população sofreu um decréscimo de 20% em em função de ameaças resumidas pelos pesquisadores como: “armas, germes e árvores derrubadas”.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>